PAC nas rodovias – Chão batido chegará ao fim no Sul.

Quem viaja do Rio Grande do Sul para Santa Catarina pela BR-285, quando chega no meio do caminho é surpreendido pela estrada de chão batido, após viajar no trecho de asfalto no lado gaúcho.

A pavimentação da rodovia que corta a Serra da Rocinha depende de análise do impacto ambiental. As licenças serão concedidas em três meses. Para chegar a Timbé do Sul em trecho asfaltado, só a partir do ano que vem.

Conforme o secretário regional de Araranguá, Heriberto Schmidt, há mais de 30 anos discute-se a construção da rodovia. O motivo de tantos entraves sempre foi falta de força política, segundo ele.

A previsão do Dnit é de que o edital de licitação para a escolha da empreiteira seja lançado no segundo semestre deste ano. O projeto técnico está pronto, e o de impacto ambiental, sob análise do Ibama, com aprovação até maio. Dos R$ 30,6 milhões, custo total da obra no trecho catarinense, cerca de R$ 3,3 milhões serão liberados este ano para os projetos iniciais. Dos 20,4 quilômetros de rodovia a serem construídos, um trecho será alargado e restaurado e outro será novo.

ana.cardoso@diario.com.br

ANA PAULA CARDOSO | Criciúmaanteriorlista | imprimir | enviar | letra A – | A +

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

    Pesquise as licitações no seu segmento agora

    Preencha seus dados para concluir a pesquisa

    Confira quantas oportunidades de venda existem no momento.
    Digite nome, e-mail e telefone para ver os resultados.





    Oportunidades de negócio esperando por você

    Aproveite o nosso período de teste gratuito e tenha sucesso no mercado de licitações.

    Licitações e dispensas