overnador Beto Richa autoriza licitações de R$ 38,7 milhões

Curitiba – O governador Beto Richa autorizou nesta sexta-feira (25) a abertura de licitações que somam R$ 38,7 milhões em recursos para aquisição de medicamentos. A medida beneficia mais de 11.500 pacientes de patologias como as doenças de Parkinson e de Alzheimer, esclerose múltipla e sistêmica, artrite reumatóide, entre outras, além de pacientes de transplantes renais.
As licitações serão feitas por meio de pregão eletrônico, permitindo o registro de preços para eventuais licitações futuras da Secretaria de Estado da Saúde, por um período de 12 meses. O secretário da Saúde, Michele Caputo Neto, informou que as compras desses medicamentos deveriam ter sido feitas no ano passado e que somente agora os recursos estão sendo liberados porque a equipe do novo governo encontrou a secretaria com dívidas de quase R$ 60 milhões e quase R$ 100 milhões em empenhos não pagos.
“O novo governo tem compromisso com a saúde e não iria prejudicar o abastecimento de milhares de pacientes que dependem de medicamentos estratégicos como esses para ter qualidade de vida”, disse o secretário.
Os procedimentos foram todos analisados e aprovados pelo comitê gestor composto pelo secretário chefe da Casa Civil, pelo procurador geral do Estado e pelos secretários da Administração e Previdência, do Planejamento e da Fazenda.
R$ 15,4 milhões para obras da Copa
Beto Richa também autorizou onem a abertura de licitações que somam R$ 15,4 milhões para um conjunto de estudos, projetos de engenharia e obras para a Copa do Mundo da Fifa – Brasil 2014. Os recursos serão aplicados em Curitiba e Região Metropolitana. No pacote está incluída a autorização para liberação da segunda parcela, no valor de R$ 10 milhões, de um convênio de R$ 45 milhões assinado entre o Governo do Paraná, a Prefeitura de Curitiba e o Clube Atlético Paranaense, tendo como objeto a preparação para a Copa do Mundo da Fifa – Brasil 2014.
A Secretaria Especial para Assuntos da Copa do Mundo informou que os recursos deveriam ter sido repassados ainda em 2010, para implantação de um conjunto de obras de melhoria da infraestrutura e mobilidade urbana na capital. A liberação inclui valores referentes ao PAC da Mobilidade, que serão usados pela Secretaria de Estado do Desenvolvimento Urbano e a Coordenação da Região Metropolitana de Curitiba (Comec) para contratação de estudos e projetos de engenharia para a obra do corredor metropolitano (da rodovia da Uva PR 417 à BR 116, com 11 km; e da BR 116 até o Contorno Leste, com 36 km), no valor de R$ 3,1 milhões; estudos e projetos de engenharia das vias radiais de integração metropolitana (Colombo-Curitiba e Pinhais-Curitiba), no valor de R$ 1,04 milhão; estudos e projetos para implantar os corredores Marechal Floriano e Aeroporto/Rodoferroviária, no valor de R$ 1,3 milhão.
Os procedimentos foram todos analisados e aprovados pelo comitê gestor composto pelo Secretário Chefe da Casa Civil, pelo Procurador Geral do Estado e pelos secretários da Administração e Previdência, do Planejamento e da Fazenda.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

    Pesquise as licitações no seu segmento agora

    Preencha seus dados para concluir a pesquisa

    Confira quantas oportunidades de venda existem no momento.
    Digite nome, e-mail e telefone para ver os resultados.





    Oportunidades de negócio esperando por você

    Aproveite o nosso período de teste gratuito e tenha sucesso no mercado de licitações.

    Licitações e dispensas