Observatório Social cadastra empresas para licitação

De Rondonópolis – Dayane Pozzer

O Observatório Social de Rondonópolis está cadastrando empresas de todos os setores para que possam ser informadas sobre a abertura de editais para licitações públicas. A partir do cadastramento, feito de forma gratuita, a empresa é informada assim que o edital é lançado, somente no seu setor de interesse.

Segundo Mariza Folmer, secretária-executiva do Observatório, o objetivo é fomentar os negócios das empresas da cidade, número que atualmente chega aproximadamente a seis mil. “Queremos abranger o maior número de empresas e contribuir para fomentar os negócios no município, pois muitas empresas não têm conhecimento dos editais”, sublinha.

Para o cadastramento a empresa deve entrar em contato com a entidade via e-mail e fazer a solicitação. O Observatório, em seguida, envia um formulário e faz o cadastramento. O endereço é rondonopolis@cidadaniafiscal.com.br. Os telefones (66) 3421-7984 e 8407-7495 também estão disponíveis para informações.

Hoje, o Observatório conta com 1.500 empresas cadastradas. Até o dia 28 deste mês, a entidade está realizando uma campanha para divulgar o trabalho, mas a secretária lembra que o cadastro é permanente. Quando um edital é lançado, o Observatório dispara automaticamente um e-mail para a empresa. A entidade dispõe de um sistema de monitoramento dos editais publicados pelo município.

Além disso, o Observatório, em breve, irá começar a capacitar as empresas cadastradas para estarem aptas a participar das licitações públicas.“Queremos que as empresas participem ativamente das licitações, então vamos capacitá-las para ficarem aptas a participar dos editais que quiserem”, observa.

Observatório Social

O Observatório Social é uma entidade sem fins lucrativos, definida como uma Organização da Sociedade Civil de Interesse Público (Oscip), que dá apoio à comunidade na pesquisa, análise e divulgação de informações sobre o comportamento de entidades e órgãos públicos com relação à aplicação dos recursos, ao comportamento ético de seus funcionários e dirigentes, aos resultados gerados e à qualidade dos serviços prestados, entre outros.

O Movimento se consolidou a partir da criação do Observatório Social de Maringá (PR), em 2006, instalando uma ferramenta concreta de monitoramento das licitações públicas e de educação fiscal. Com a criação do OSB – Observatório Social do Brasil, o Movimento foi institucionalizado e passou a disseminar a instalação de Observatórios Sociais no Paraná e em outros Estados, formando a Rede (OSB) de Controle Social, com metodologia padronizada e ações integradas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    Pesquise as licitações no seu segmento agora

    Preencha seus dados para concluir a pesquisa

    Confira quantas oportunidades de venda existem no momento.
    Digite nome, e-mail e telefone para ver os resultados.





    Oportunidades de negócio esperando por você

    Aproveite o nosso período de teste gratuito e tenha sucesso no mercado de licitações.

    Licitações e dispensas