Obras começam em janeiro de 2011.

Sete cursos da Universidade Federal devem se instalar no novo espaço entre BRs 050 e 365

Denise Nakamura | Repórter

As obras do campus Glória da Universidade Federal de Uberlândia (UFU), no entroncamento das BRs 050 e 365, devem começar em janeiro de 2011. Por enquanto, foi confirmada a transferência de sete cursos para o local, segundo o reitor Alfredo Fernandes Júlio Neto. A mudança para a área, a 6 quilômetros da unidade no bairro Santa Mônica, está causando polêmica entre os estudantes.

As obras no campus devem começar pelas áreas comuns. “Vamos começar pela biblioteca, restaurantes, praças”, disse o reitor. O Ministério da Educação garantiu o repasse de R$ 16,7 milhões para o início das construções. O edital de licitação deve ser concluído até o fim do ano.

No local funcionava um antigo clube para funcionários da UFU e, por isso, as duas piscinas e quatro quadras disponíveis serão aproveitadas pelos cursos de Fisioterapia e Educação Física. Ambos vão continuar o atendimento também no campus Umuarama. Os cursos de Agronomia, Medicina Veterinária, Zootecnia e Geografia vão utilizar os currais e parte de uma estrutura existente no espaço que já foi uma fazenda. A Engenharia Aeronáutica deve ser o primeiro curso a se instalar no local em 2012.

“Ainda estamos desenvolvendo o projeto de ocupação para definir a capacidade da área”, afirmou Élisson Cesar Prieto, coordenador do projeto. O novo campus tem cerca de 3 milhões de m², o que corresponde a 12 vezes o tamanho da unidade no bairro Santa Mônica e seis vezes a área de todos os três campi já existentes.

Alunos querem transporte

O campus Glória da Universidade Federal de Uberlândia (UFU), que começa a ser construído no início de 2011, fica a 6 quilômetros da unidade do bairro Santa Mônica. O espaço está localizado na rodovia, no entroncamento das BRs 050 e 365, o quê já traz preocupação a alguns universitários. “Sei que é para melhorar, mas é longe e isso vai ser um transtorno. A coordenação tem que pensar numa alternativa para solucionar este problema”, disse a aluna do curso de Design de Interiores, Talita Fernandes.

O coordenador do projeto campus Glória, Élisson Cesar Prieto, deve se reunir com a prefeitura para discutir a criação de linhas que atendam ao novo campus. “Também pensamos na possibilidade de uma linha da Universidade que faça a ligação entre os quatro campi. Mas ainda vamos estudar todas as possibilidades”, afirmou.

Campus será ecológico

A construção do campus Glória da Universidade Federal de Uberlândia (UFU) deve ser direcionada por um conjunto de propostas sustentáveis. Ontem foi realizado um workshop para discutir caminhos para uma implantação planejada. “Nosso objetivo é debater propostas e conhecer experiências de outras universidades para um campus moderno e sustentável. Queremos reaproveitamento de água, fontes alternativas de energia e utilização consciente da área verde”, disse Élisson Cesar Prieto, coordenador do projeto.

Hoje, grupos de professores, universitários e coordenadores se reúnem para elaborar um documento com as propostas discutidas no projeto, que deve ficar pronto até fevereiro. “Vai ser um campus que daqui a 30 anos deve continuar moderno”, afirmou o reitor Alfredo Júlio Fernandes Neto.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    Pesquise as licitações no seu segmento agora

    Preencha seus dados para concluir a pesquisa

    Confira quantas oportunidades de venda existem no momento.
    Digite nome, e-mail e telefone para ver os resultados.





    Oportunidades de negócio esperando por você

    Aproveite o nosso período de teste gratuito e tenha sucesso no mercado de licitações.

    Licitações e dispensas