Obra no aeroporto de Ji-Paraná vai custar R$ 14 milhões

O José Coleto será o primeiro no Norte do País a receber investimentos do Programa Federal de Auxílio a Aeroportos

jipa aeroporto
O Governo Federal prevê investimento de R$ 7,3 bilhões em 270 aeroportos regionais. O José Coleto, em Ji-Paraná será o primeiro no Norte do País a receber investimentos do Programa Federal de Auxílio a Aeroportos (Profaa). O custo estimado é de R$ 14 milhões. A licitação que seria em março foi transferida para novembro, após questionamento do Tribunal de Contas da União sobre o modelo e a modalidade da licitação, o Regime Diferenciado de Contratação (RDC).
O recurso aplicado prevê a reforma e ampliação, um novo terminal de passageiros, reforma e construção de pista de pouso e decolagem, pátio de manobras, estacionamento, sinalização noturna e equipamentos modernos de controle de voo e segurança. O projeto foi concluído em janeiro pela Secretaria de Aviação Civil de Presidência da República (SAC/PR) e as obras serão feitas com recursos do Fundo Nacional de Aviação Civil (Fnac), através do Profaa.
O Governo Federal quer acelerar as obras, em todo País, não sendo diferente em Ji-Paraná. O prazo médio esperado para a conclusão dos trabalhos no município será de nove meses. O projeto foi colocado entre os prioritários para licitação por conta do apoio da SAC/PR e, principalmente do Banco do Brasil, órgão executor do Profaa.
“Estamos trabalhando há muito tempo na adequação do projeto junto à SAC/PR e, graças a isso e ao apoio do vice-presidente do Banco do Brasil, ex-senador Osmar Dias, convencemos a presidenta Dilma em colocá-lo no primeiro lote do Profaa para licitação”, comentou Acir Gurgacz, senador.
O atraso na licitação se deu em razão das explicações solicitadas pela conselheira do Tribunal de Contas (TCU) Ana Arraes sobre o sistema de licitação, RDC, que seria justamente para agilizar o início das obras, administrada pelo Banco do Brasil.
O julgamento estava marcado para o dia 13/08/2014, coincidentemente com a data do acidente do seu filho Eduardo Campos. O novo edital, no modelo de menor preço, está previsto para novembro.
Mais de 16 mil embarques
A queda no volume de embarques atingiu a margem de 52,39% no aeroporto José Coleto, em Ji-Paraná, e poderia ser contornada se não fosse a ausência de companhias aéreas.
Somente a Azul Linhas Aéreas se mantém, embora nos últimos 34 anos, 10 deixaram de operar no município, não por falta de demanda. São 5,7 mil embarques na região, mas pela saúde financeira das grandes companhias, abaladas pelos altos custos de manutenção,
principalmente do combustível, que responde por 40% do total de uma aeronave. As empresas reduziram o número de rotas, o que suscita dúvidas quanto ao interesse delas em voar para destinos que não terão fluxo suficiente de passageiros.
Não é o caso de Ji-Paraná, só na primeira quinzena de setembro foram 16, 2 mil embarques; em 2013 cerca de 34,085 embarques foram registrados; em 2012, foram 57,3 mil e 2011, média 60,3 mil. Atualmente 80% são oriundos na cidade de Ji-Paraná, uma média diária de 1,8 mil embarques só em agosto.
A região Norte foi proporcionalmente favorecida, com 23,3% dos investimentos do programa. Segundo a Secretaria de Aviação Civil (SAC) foram analisados 240 de um universo de 270 estudos de viabilidade técnica dos aeroportos regionais contemplados pelo programa de investimentos em logística do Governo Federal – aproximadamente 88% dos estudos.
A estimativa é que sejam investidos R$ 7,3 bilhões na melhoria dos 270 aeródromos, escolhidos de acordo com a projeção dos próximos anos. O crescimento da aviação civil no Brasil, tem registrado aumento anual médio de 11%. Em 2013 foi registrado 203 milhões de passageiros nos aeroportos.
“1,8 mil embarques diários foram registrados no mês de agosto em Ji-Paraná. Em 2013 foram mais de 34 mil embarques.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

    Pesquise as licitações no seu segmento agora

    Preencha seus dados para concluir a pesquisa

    Confira quantas oportunidades de venda existem no momento.
    Digite nome, e-mail e telefone para ver os resultados.





    Oportunidades de negócio esperando por você

    Aproveite o nosso período de teste gratuito e tenha sucesso no mercado de licitações.

    Licitações e dispensas