Novo parque terá licitação neste mês

Novo parque terá licitação neste mês
Bertaiolli e Rodrigues detalharam o projeto do Parque da Cidade, que terá 85 mil metros m² / Foto: Ney Sarmento – PMMC

Anunciado há algum tempo e projetado pelo renomado arquiteto Ruy Ohtake, o Parque da Cidade deve deixar o papel para se transformar em realidade no ano que vem. A promessa da Administração Municipal é de que a licitação para construção do novo complexo verde de Mogi das Cruzes seja aberta até o próximo dia 30. O investimento na área do antigo Clube Siderúrgico, no Parque Santana, é estimado em R$ 12 milhões.

O Parque da Cidade vai ocupar 85 mil metros quadrados (m²) dentro da área urbana e será o quinto de Mogi, que já possui os parques Botyra Camorim Gatti, Leon Feffer, Centenário e o Municipal. A sua implantação se tornou possível ontem, quando a Superintendência do Patrimônio da União – Ministério do Planejamento transferiu a maior parte da área – 55 mil m² – para a Prefeitura. O termo de doação foi assinado pela manhã, na Capital, pelo prefeito Marco Bertaiolli (PSD).

Para o restante da área – 30 mil m² -, a Prefeitura já possui uma autorização judicial que permite o seu uso. “O mais importante era a área da União, pela qual estamos lutando há dois anos e que era fundamental conseguirmos agora, já que em 2016, por conta das eleições, não é possível passar ou receber áreas”, disse o prefeito, ao citar a conquista como a “cereja que faltava no bolo”.

Bertaiolli admite que será um desafio “imenso” entregar o parque até 2016, mas fará o possível para viabilizar isso. Um dos empecilhos é a falta de recursos financeiros, mas o prefeito já adiantou que vai buscar parcerias, em especial, com o Governo do Estado. “Já telefonei para o governador Geraldo Alckmin e falei que preciso dar um abraço nele neste final de ano”.

Audaciosa a proposta visa fazer do Parque da Cidade o “Ibirapuera” de Mogi das Cruzes, com espaço para esporte, lazer e contemplação e para todas as faixas etárias. O projeto de Ohtake prevê espelho d´água, teatro de arena, campo de futebol, pista de caminhada, ciclovia, quadras poliesportivas e de areia, entre outras estruturas, como um bosque com espécies nativas da Região e um jardim de flores.

“Este é o último grande espaço disponível dentro da área central. O último resquício verde dentro de uma região que é imensamente adensada”, comentou o secretário municipal de Obras, Claudio Marcelo de Faria Rodrigues.

Piscinão

Uma das propostas do Parque da Cidade é criar uma cortina verde que isole o vizinho piscinão, alvo constante de reclamações dos moradores daquela região. A ideia é limitar a visão do reservatório e minimizar os problemas de odores. (Mara Flôres)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    Pesquise as licitações no seu segmento agora

    Preencha seus dados para concluir a pesquisa

    Confira quantas oportunidades de venda existem no momento.
    Digite nome, e-mail e telefone para ver os resultados.





    Oportunidades de negócio esperando por você

    Aproveite o nosso período de teste gratuito e tenha sucesso no mercado de licitações.

    Licitações e dispensas