MPE não tem data para denunciar prefeitos investigados durante a Operação Owari.

Não há uma data precisa para o desfecho das investigações acerca dos prefeitos supostamente envolvidos na quadrilha presa durante a operação Owari, informou nesta manhã o procurador geral de Justiça, Miguel Vieira.

Apuração da Polícia Federal indica que os 41 detidos na operação ocorrida no início de julho deste ano agiam num esquema que fraudava licitações públicas entre outros crimes.

Os prefeitos de Dourados, Ari Artuzi, do PDT, e de Ponta Porã, Flávio Kayatt, do PSDB, foram citados pelos membros da quadrilha por meio de conversas telefônicas captadas pela Polícia Federal.

“Eu me reservo o direito de não especular sobre o assunto”, foi o que respondeu Vieira hoje pela manhã, ao ser questionado pela imprensa.

Ele disse que promotores do Gaeco examinam informações apuradas pela PF e, a partir daí, é que deve se manifestar quanto à participação ou não dos prefeitos.

A operação Owari, “ponto final” em japonês, foi deflagrada no dia 7 de julho deste ano com a missão de combater à corrupção. A investida alcançou principalmente as cidades de Ponta Porã, Dourados e Naviraí, Guaíra e Umuarama, estas duas últimas do interior do Paraná. Foram cumpridos 85 mandados de buscas e apreensão e 41 mandados de prisão.

Foram presos na operação o vice-prefeito de Dourados, Carlinhos Cantor, do PP, o vice-prefeito de Ponta Porã, Eduardo Esgaib Campos, do DEM, além de vereadores, servidores públicos, empresários e profissionais liberais.

O empresário Sizuo Uemura, de Dourados, também preso na operação, é apontado como o chefe da organização criminosa indiciada por formação quadrilha, agiotagem, crime contra a ordem financeira, fraude à licitação e corrupção. Tanto o prefeito Artuzi (Dourados) quanto Kayatt (Ponta Porã) receberam ajuda de Uemura na campanha eleitoral do ano passado.

Ninguém está na cadeia e até agora o MPE ofereceu denúncia contra 13 dos 42 presos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

    Pesquise as licitações no seu segmento agora

    Preencha seus dados para concluir a pesquisa

    Confira quantas oportunidades de venda existem no momento.
    Digite nome, e-mail e telefone para ver os resultados.





    Oportunidades de negócio esperando por você

    Aproveite o nosso período de teste gratuito e tenha sucesso no mercado de licitações.

    Licitações e dispensas