Ministro promete liberar em 30 dias verba para equipar hospital de Sinop.

O ministro da Saúde, José Gomes Temporão, garantiu, esta tarde, que, no máximo 30 dias, será liberada a primeira parcela dos R$ 10 milhões para comprar centros cirúrgicos, aparelhos de raio-x, ultrassom, laboratórios, equipamentos básicos e para UTI, além de materiais para o Hospital Municipal de Sinop entrar em funcionamento. O ministério ainda não confirmou se vai fazer a licitação ou se caberá à prefeitura conduzi-la.

O prefeito Juarez Costa expôs ao ministro Temporão que o hospital deve ser regionalizado, com a participação em custeio e manutenção entre municípios, governos estadual e federal. Ele argumentou que a região de Sinop tem cerca de 800 mil habitantes, sendo 115 mil apenas em Sinop, sem contabilizar os municípios na divisa com o Pará. O hospital tem cerca de 80 leitos sendo 10 para UTI (Unidade de Terapia Intensiva) infantil e outros 10 para UTI adulto. “Estamos empenhados para colocar o hospital em funcionamento ainda em 2010”, disse Juarez.

Não foi confirmado quantos médicos, enfermeiras e auxiliares devem ser contratados -e quando- para colocar o hospital em funcionamento. O Ministério Público já notificou a prefeitura para colocar o hospital em funcionamento. Ele está pronto desde dezembro de 2008, quando foi inaugurado pelo ex-prefeito Nilson Leitão. Além de cobrado pelo MP, o prefeito está sendo cobrado pela oposição para que providencie a abertura do hospital.

O secretário de Saúde de Sinop, Alberto Kinoshita, também participou da audiência, no ministério, informou a assessoria.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

    Pesquise as licitações no seu segmento agora

    Preencha seus dados para concluir a pesquisa

    Confira quantas oportunidades de venda existem no momento.
    Digite nome, e-mail e telefone para ver os resultados.





    Oportunidades de negócio esperando por você

    Aproveite o nosso período de teste gratuito e tenha sucesso no mercado de licitações.

    Licitações e dispensas