Ministro autoriza licitações

Marcos Lemos
Da Redação
Governador Silval Barbosa (PMDB) e a bancada de Mato Grosso no Congresso Nacional conseguiram, após se encontrarem com o ministro dos Transportes, Alfredo Nascimento, e com o diretor-geral do Dnit, Luiz Antônio Pagot, o empenho e licitações para R$ 380 milhões em obras de mobilidade urbana.

Obras são de duplicação da rodovia entre Rondonópolis até Posto Gil, passando por Cuiabá e Várzea Grande, além de outros municípios. Este é o principal corredor de exportação dos produtos do agronegócio entre Mato Grosso e os Estados do Sul e Sudeste e o caminho para os Estados do Norte do Brasil.

“Serão mais de 30 obras neste trecho, já que a Rodovia nas duas principais cidades de Mato Grosso que são Cuiabá e Várzea Grande prevêem construções de viadutos, passagens de nível, intercessões, BRTs na linha Aeroporto Marechal Rondon até Grande CPA, entre outras ações essenciais e voltadas para a Copa do Mundo”, disse o governador Silval Barbosa, agradecendo ao ministro, aos senadores e deputados federais pelo empenho na garantia destes recursos tão importantes para Mato Grosso e para a Copa do Mundo.

O diretor-geral do Dnit, Luiz Antônio Pagot, sinalizou que a Lei Orçamentária Anual (LOA) da União para 2011 já prevê parte destes recursos para serem gastos efetivamente. “São mais de R$ 138,7 milhões que podem ser aplicados imediatamente, assim que a licitação estiver concluída”, disse Pagot ponderando que a parte técnica já estava pronta, faltando mesmo a decisão política adotada pelo ministro Alfredo Nascimento e pela presidente Dilma Rousseff.

O senador Blairo Maggi (PR) lembrou que esses compromissos foram assumidos pela então ministra da Casa Civil em fevereiro de 2010. “Hoje como presidente da República ela está resgatando os compromissos assumidos com Mato Grosso”, apontou.

Silval Barbosa e os senadores Blairo Maggi e Jaime Campos, além dos deputados federais, Carlos Bezerra, Júlio Campos, Wellington Fagundes, Homero Pereira, Ságuas Moraes, Roberto Dornner, Nery Geller e Valtenir Pereira estiveram ainda no Ministério da Agricultura e no Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), tratando do endividamento do setor agrícola que supera os R$ 2 bilhões, além do Ministério das Minas e Energia e da Saúde. Todos eles tem prioridades para com Mato Grosso e o chefe do Executivo quer acelerar ações e liberações de recursos nestas áreas consideradas essenciais. “Temos a questão do gás, dos hospitais, do agronegócio, enfim são pautas diversificadas que estão recebendo sinalizações positivas por parte dos ministros que reafirmam o compromisso de continuar os níveis de investimentos dos últimos anos do Governo Lula, agora no governo Dilma”, disse o governador Silval Barbosa.

Novamente o chefe do Executivo demonstrou preocupação com uma solução definitiva para a questão do aeroporto, frisando que o mesmo impede que Mato Grosso tenha uma participação decisiva na Copa do Mundo de Futebol em 2014. “É preciso compreensão de que essas são obras demoradas e estamos no nosso prazo final para atender as seis demandas acertadas com a Fifa e a CBF que são a Arena, a Mobilidade Urbana; os Centros de Treinamento; a área externa da arena; o Fun-Fest e o Marechal Rondon”, disse o governador que espera um sinal verde da presidência da República para as outras pendências.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

    Pesquise as licitações no seu segmento agora

    Preencha seus dados para concluir a pesquisa

    Confira quantas oportunidades de venda existem no momento.
    Digite nome, e-mail e telefone para ver os resultados.





    Oportunidades de negócio esperando por você

    Aproveite o nosso período de teste gratuito e tenha sucesso no mercado de licitações.

    Licitações e dispensas