Ministério libera R$ 200 milhões.

ANA ROSA FAGUNDES
Da Reportagem

O diretor de assuntos estratégicos da Agecopa, Yuri Bastos, afirmou ontem que o Ministério do Turismo já liberou R$ 200 milhões para investir no setor em Mato Grosso, com vistas à Copa do Mundo de 2014. A fundação Getúlio Vargas foi contratada para apontar onde esse dinheiro será investido.

De acordo com o diretor de Assuntos Estratégicos da Agencia, o próprio ministério recomendou a contratação da Fundação, que já presta o mesmo serviço nacionalmente. Ela irá fazer um plano estratégico para o turismo de Mato Grosso e analisar os lugares de potencialidade, levando em consideração acessibilidade dentro do Estado.

Ontem à tarde, os diretores da Agecopa receberam representantes do setor de turismo para discutir os desafios do evento que será realizado em Cuiabá e Várzea Grande, bem como o pós-evento. “A Copa do Mundo vai dar início a um novo ciclo econômico em Mato Grosso: o do turismo. Nós estamos trabalhando para que o turista chegue aqui para o Mundial de futebol e tenha vontade de voltar. Vamos ter muita mídia espontânea, o mundo inteiro vai ouvir falar daqui”, disse o diretor e ex-secretário de Turismo do Estado.

Esse dinheiro liberado pelo Ministério do Turismo trata-se, na verdade, de um empréstimo que o ministério está fazendo às cidades que receberão os jogos do Mundial. A vantagem, de acordo Yuri, é que 40% de todo dinheiro para essa finalidade é dado “de presente” para investimentos e o resto será pago em longo prazo.

Segundo Yuri, o recurso será empregado em infraestrutura, capacitação e profissionalização. “Teremos que ter, por exemplo, um padrão de qualidade mínimo, como garçons falando em outras línguas, cardápios bilíngues e controle na qualidade dos alimentos”.

Outra novidade revelada pelo diretor é em relação ao aeroporto Marechal Rondon, que será reformado. “Já estão R$ 83 milhões na conta da Infraero para investimento no aeroporto. Vamos pressionar agora para que a licitação seja feita para início das obras”, disse Yuri.

Para mobilidade urbana, a Agecopa já anunciou o investimento de R$ 460 milhões para dois corredores de transporte coletivo – um do CPA, em Cuiabá, ao Aeroporto Marechal Rondon, em Várzea Grande, e outro do Coxipó ao centro de Cuiabá – e um corredor viário – da rodovia Mário Andreazza, em Várzea Grande, à Avenida Ciríaco Cândia, em Cuiabá. “O legado da Copa será imenso, não só em mobilidade urbana, mas no turismo também. A Copa é um evento para a cidade ganhar dinheiro, o futebol é só a cereja do bolo”, disse o diretor.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    Pesquise as licitações no seu segmento agora

    Preencha seus dados para concluir a pesquisa

    Confira quantas oportunidades de venda existem no momento.
    Digite nome, e-mail e telefone para ver os resultados.





    Oportunidades de negócio esperando por você

    Aproveite o nosso período de teste gratuito e tenha sucesso no mercado de licitações.

    Licitações e dispensas