Ministério do Desenvolvimento Agrário assinará convênio.

“É um compromisso do presidente Lula e da ministra Dilma em colocar o cidadão brasileiro em sua titularidade, dando garantia ao direito de propriedade. E nós somos parceiros, fazendo nossa parte”.
Assim comemorou o governador Carlos Henrique Gaguim ao sair da audiência com o ministro interino do Desenvolvimento Agrário, Daniel Maia, e equipe do ministério, na tarde desta terça-feira, 23, em Brasília.

A equipe técnica do MDA – Ministério do Desenvolvimento Agrário estará no dia 17 de março no Tocantins para assinar o convênio com o governo federal, no valor aproximado de R$ 4 milhões, para realizar vistoria, georreferenciamento e emissão de títulos em terras devolutas do Estado. O convênio é parte do trabalho de fortalecimento dos institutos de terras dos estados realizado pelo Programa Terra Legal do MDA. Sem o título da terra, o posseiro não pode obter financiamentos ou ser beneficiado pelos programas e projetos dos governos estadual e federal.

De acordo com o presidente do Itertins – Instituto de Terras do Estado do Tocantins, José Augusto Pugliesi, o governo de Carlos Gaguim está fazendo o trabalho de dez anos em apenas um. Consta nos arquivos do instituto que, em dez anos, foram regularizados 402 mil hectares de terras do Estado. A partir da assinatura deste convênio, o governo regularizará 490 mil hectares, em 22 municípios, somente neste ano. “Pela primeira vez será possível um trabalho grande e forte e com praticamente nenhum custo ao posseiro (…). Com esse recurso vai ser possível fazer as vistorias, medição e georreferenciamento de todas as áreas (cadastradas)”, afirmou José Augusto Pugliesi.

Enquanto isso, em um ano de execução do programa Terra Legal no Tocantins, o MDA já titulou 419 mil hectares de terras da União em 25 municípios tocantinenses. “Nossa expectativa é fechar, até o primeiro semestre de 2010, em torno de 8,2 mil ocupações (rurais) a serem cadastradas, georreferenciadas e aptas para a regularização, e em torno de 17 municípios para terem suas áreas urbanas regularizadas”, afirmou o secretário executivo extraordinário de Regularização Fundiária da Amazônia Legal do MDA, Carlos Mário Guedes de Guedes.

Está prevista, pelo MDA, a abertura de um pregão (licitação) no dia 7 de março para contratação de empresas para realizar o georreferenciamento do Programa Terra Legal em terras da União no Tocantins.

O subsecretário de Representação, Evandro Campelo, e o deputado federal Osvaldo Reis acompanharam a audiência. (Cristiane Hidaka)

Fonte: Secom

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    Pesquise as licitações no seu segmento agora

    Preencha seus dados para concluir a pesquisa

    Confira quantas oportunidades de venda existem no momento.
    Digite nome, e-mail e telefone para ver os resultados.





    Oportunidades de negócio esperando por você

    Aproveite o nosso período de teste gratuito e tenha sucesso no mercado de licitações.

    Licitações e dispensas