Miguel anuncia editais da ponte de Abunã e do projeto da BR-421.

Miguel de Souza contempla Rondônia com mais duas boas notícias. Edital para obras da nova BR-364 também sai em 15 dias

Carlos Henrique – 2010-03-31 – 12:32:00

As empresas interessadas em participar da licitação para a construção da ponte sobre o rio Madeira, no distrito de Abunã, já podem encontrar o edital no site www.dnit.gov.br, onde também pode ser encontrado o edital para a seleção da empresa que ficará responsável pela elaboração dos projetos de engenharia e executivo para a abertura e asfaltamento da BR-421, de Ariquemes até Guajará-Mirim.

A informação é do diretor de Planejamento e Pesquisa do DNIT, Miguel de Souza, que ontem (31/03) cumpriu seu último dia na titularidade do cargo, do qual se desincompatibiliza para trabalhar em sua pré-candidatura à Câmara Federal. Miguel de Souza, que já é conhecido no estado como portador de boas notícias, fez questão de acrescentar mais estas duas à sua longa lista de conquistas para Rondônia nesses mais de dois anos na titularidade do cargo.

Miguel de Souza fez questão de tranqüilizar os prefeitos e moradores dos municípios situados ao longo da BR-364, de Candeias do Jamari a Vilhena, como de resto de todo o estado de Rondônia, que serão beneficiados com as obras da nova rodovia. Ele esclareceu que, ao contrário de notícias alarmistas surgidas na imprensa, a obra integra a primeira versão do Programa de Aceleração do Crescimento – PAC, os projetos estão concluídos e totalmente desembaraçados de pendências ambientais ou legais e o edital está em fase final de elaboração para lançamento no máximo em 15 dias, para possível início das obras antes do meio deste ano.

Sobre a ponte binacional Brasil/Bolívia, cuja última audiência pública para apresentação e debate do projeto será realizada no próximo dia 8, em La Paz, ele confirmou que o processo de licitação deve ser iniciado ainda neste semestre para que o próprio presidente Lula venha a Rondônia, possivelmente em outubro, para a assinatura da ordem de serviço para início das obras.

Miguel de Souza falou também de sua satisfação por ter conseguido inserir do PAC – 2ª Etapa os projetos de reforma, ampliação ou construção de todas as travessias urbanas dos municípios da BR-364 de Porto Velho a Vilhena, bem como o arco norte de Porto Velho e os terminais hidroviários de passageiros e cargas dos municípios de Guajará-Mirim (R$ 17 milhões), Costa Marques (R$ 12,25 milhões), Pimenteiras (R$ 12,25 milhões) e Machadinho do Oeste (R$ 12,25 milhões).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

    Pesquise as licitações no seu segmento agora

    Preencha seus dados para concluir a pesquisa

    Confira quantas oportunidades de venda existem no momento.
    Digite nome, e-mail e telefone para ver os resultados.





    Oportunidades de negócio esperando por você

    Aproveite o nosso período de teste gratuito e tenha sucesso no mercado de licitações.

    Licitações e dispensas