Livres da taxa na Área Azul.

PRÓ-CIDADÃO
Livres da taxa na Área Azul

Motoristas que deixarem seus veículos estacionados nas vias onde havia a Área Azul em Tubarão, não precisam mais pagar a taxa do estacionamento rotativo pelo menos durante os próximos 60 dias.

A empresa responsável pela exploração do serviço rescindiu o contrato de concessão com a prefeitura e deixou de atuar na cidade.

O contrato era de 10 anos, mas apenas quatro foram cumpridos por parte da empresa. A rescisão foi amigável e a prefeitura estuda agora a melhor maneira de reativar a Área Azul na parte central da cidade.

– Vamos abrir uma nova licitação em dois meses, mas o processo todo pode demorar até seis meses – diz o secretário municipal de Segurança e Trânsito, Toni Bitencourt.

O encerramento do contrato, segundo justificou a empresa Caiuá, foi devido a prejuízos financeiros. Assim, as monitoras foram dispensadas e o contrato rescindido.

Criada para disciplinar o rodízio nos estacionamentos, a Área Azul sempre esteve no centro de polêmicas. Atendimentos deficientes por parte das orientadoras, aplicação de multas e falta de transparência na destinação dos recursos arrecadados com o serviço eram as principais queixas de motoristas e de comerciantes. Em fevereiro o juiz Júlio César Knoll determinou a suspensão dos avisos de irregularidade por parte das orientadoras. A notificação, que seria transformada em multa caso não fosse regularizado o pagamento de uma taxa, deveria ser feita somente por agentes da Guarda Municipal.

marcelo.becker@diario.com.br

MARCELO BECKER | Tubarão

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

    Pesquise as licitações no seu segmento agora

    Preencha seus dados para concluir a pesquisa

    Confira quantas oportunidades de venda existem no momento.
    Digite nome, e-mail e telefone para ver os resultados.





    Oportunidades de negócio esperando por você

    Aproveite o nosso período de teste gratuito e tenha sucesso no mercado de licitações.

    Licitações e dispensas