Licitações para rodoviária, revitalização do Lago Aratimbó e escola serão relançadas

Umuarama – Três licitações abertas pela Prefeitura de Umuarama, para obras financiadas pelo Paraná Cidade da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Urbano (Sedu), não tiveram empresas interessadas na execução. O prefeito Moacir Silva estará em Curitiba nesta terça-feira, 1º de junho, para discutir os valores com os técnicos da secretaria para lançar em breve novos editais de licitação que despertem o interesse das construtoras. Ele lamentou o atraso que este imprevisto causará na programação de obras do município, “ainda mais porque são construções importantes para o bem-estar da população”, disse. “Mas vamos tentar reverter esse quadro e licitar essas obras o quanto antes”, afirmou.
O secretário municipal de habitação e Projetos Técnicos, Márcio Maia, explicou que o projeto de construção da nova Estação Rodoviária será reavaliado e deve ter o preço alterado. A licitação foi realiza no último dia 13, às 9h, na Prefeitura e o valor inicial era de R$ 13 milhões 532 mil 321,11 – incluindo recursos financiados pelo Estado e contrapartida do município. “O projeto está mantido, mas o preço da obra autorizado pela Sedu será reprogramado após um reestudo técnico em conjunto com engenheiros do Estado. Em breve o município lança novo edital e acredito que haverá empresas dispostas a realizar essa grande obra”, afirmou.
Já no caso das adequações previstas no lago Aratimbó, projeto e preço estão mantidos. Márcio Maia explicou que o problema foi o acervo técnico exigido das empresas, que não pode ser cumprido. “Vamos rever a qualificação técnica e publicar novamente o edital”, comentou. As obras incluem uma repaginação completa para atrair mais visitantes e consolidar o ponto de encontro e lazer da população. A Prefeitura construirá nova pista de caminhada no entorno e a ponte ligando as duas margens. O investimento é de R$ 904 mil 267,37 (sendo R$ 860 mil do Estado e contrapartida do município).
Serão 1.405m² de calçamento, ponte com estrutura metálica revestida com madeira e extensão de 77 metros, mais uma Academia da Terceira Idade (ATI), ampliação do deck de madeira para alojar pedalinhos, um portal na Avenida Paraná e espaço para comercialização de lanches. Banheiros e quiosques com churrasqueiras terão reforma completa. Estão previstos ainda um parque infantil, gruta com uma imagem religiosa e palco a céu aberto para show e eventos culturais.
ESCOLA
Já a falta de interessa das empresas na construção de uma escola municipal no Parque Industrial, também autorizada pela Prefeitura com recursos do governo do Estado, foi surpresa para o secretário. “O preço é atrativo e está dentro das condições de mercado. Estranhou-me o fato de a licitação ter sido deserta. Acredito que tanto o projeto quanto o valor fixado para a obra – R$ 1 milhão 739 mil 875,85 – devem ser mantidos e o edital será republicado novamente, em breve”, resumiu.
O estabelecimento de ensino será construído na rua Carlos Jardim, no Parque Industrial, com cerca de 1.300 m², ao lado da Escola Municipal Analides Caruso. Terá nove salas de aulas, cozinha, refeitório, dependências administrativas e demais espaços necessários para atender bem aos quase 300 alunos que ali estudam – 100 deles em regime de ensino integral. No futuro, a estrutura ocupada hoje pela escola será reformada e aproveitada para que os alunos tenham atividades de contraturno.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

    Pesquise as licitações no seu segmento agora

    Preencha seus dados para concluir a pesquisa

    Confira quantas oportunidades de venda existem no momento.
    Digite nome, e-mail e telefone para ver os resultados.





    Oportunidades de negócio esperando por você

    Aproveite o nosso período de teste gratuito e tenha sucesso no mercado de licitações.

    Licitações e dispensas