Licitação para tapa buracos é novamente adiada

Abertura das propostas não foi concluída nesta segunda-feira

Prefeitura adiou ontem, pela segunda vez neste mês, a abertura das propostas das empresas interessadas em assumir a operação tapa buracos na cidade. O valor do contrato para a empresa que participar do pregão começa no teto de R$ 5,9 milhões para investimentos no setor.
A Prefeitura de Marília espera investir e recuperar 115 mil metros quadrados de asfalto ao longo deste ano. Em 2010, a verba aplicada na operação tapa buracos foi de R$ 4,2 milhões.
A assessoria de imprensa do município explicou que o pregão presencial não pôde ser concluído ontem por conta de problemas nas documentações das empresas participantes. Ao todo, 16 construtoras se interessaram pelo edital. O governo municipal deverá fazer nova licitação e contração entre fevereiro e março.
Nas próximas semanas, em caráter emergencial, a administração tomará preços para contratar empresa que ficará responsável pela operação tapa buracos por um período de 90 dias. Para cobrir este contrato emergencial, que poderá ser prorrogado por um período semelhante, a Prefeitura de Marília espera gastar R$ 1,5 milhão.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

    Pesquise as licitações no seu segmento agora

    Preencha seus dados para concluir a pesquisa

    Confira quantas oportunidades de venda existem no momento.
    Digite nome, e-mail e telefone para ver os resultados.





    Oportunidades de negócio esperando por você

    Aproveite o nosso período de teste gratuito e tenha sucesso no mercado de licitações.

    Licitações e dispensas