Licitação para área de agroshopping e hotel será lançada na Expointer 2014

Previsão de conclusão é de cinco anos após início das obras em Esteio. Feira de agropecuária terá mudanças no acesso ao parque e na estrutura.

Lavatório de bovinos será uma das novidades da feira

O Parque de Exposições Assis Brasil, em Esteio, na Região Metropolitana de Porto Alegre, terá uma nova área de 27 hectares, que terá um agroshopping, um hotel, um parque tecnológico e centros educacional e de eventos. A licitação para uma concessão do local por 25 anos será lançada durante a 37ª Expointer, que será realizada de 30 de agosto a 7 de setembro.
“A estimativa de gasto para infraestruturar a área é de R$ 14 milhões, conforme uma consultoria contratada pelo governo estadual”, disse o secretário da Agricultora, Claudio Fioreze. A estimativa dos gastos com as construções é de R$ 280 milhões.
De acordo com o subsecretário do Parque Assis Brasil, Adeli Sell, as obras devem ter início “imediatamente” após a empresa vencedora ser conhecida. “Depois, o prazo para a conclusão será de cinco anos”, afirmou.
O prefeito de Esteio, Gilmar Rinaldi (PT), celebrou a construção de uma escola técnica no local. “Queremos saudar um projeto da perspectiva de futuro próximo que teremos aqui no parque. O centro de ensino técnico vai agregar conhecimento às pessoas da Região Metropolitana”, afirmou.
Mudanças já para este ano
Sell destacou que, já para a Expointer 2014, o parque terá modificações. Haverá um acesso pela BR-448 (Rodovia do Parque), e o Departamento Nacional de Infraestrutura e Transportes (Dnit) deverá fazer melhorias na entrada já existente pela BR-116. “Ainda estamos negociando com a Trensurb horários mais alargados durante a feira”, disse Sell.
Uma das principais novidades será a contenção de emergência erguida entre o Arroio Esteio e o parque nas proximidades da área de máquinas agrícolas, com o objetivo de evitar o alagamento semelhante ao verificado no ano passado. O parque também terá um novo lavatório para animais e um aumento na área de camping, além da conclusão do cercamento.
“A única frustração é não termos o novo pavilhão para a agricultura familiar. A empresa, de forma irresponsável, não cumpriu o contrato. Rescindimos e vamos cobrar as multas”, lamentou Sell. Segundo o subsecretário, no entanto, os expositores da agricultura familiar contarão com um espaço maior em relação ao ano passado.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

    Pesquise as licitações no seu segmento agora

    Preencha seus dados para concluir a pesquisa

    Confira quantas oportunidades de venda existem no momento.
    Digite nome, e-mail e telefone para ver os resultados.





    Oportunidades de negócio esperando por você

    Aproveite o nosso período de teste gratuito e tenha sucesso no mercado de licitações.

    Licitações e dispensas