Licitação é aberta para construção de viadutos

Empresa deverá elaborar projetos para duas obras que darão ligação à região do pós-Anhangüera, em Americana

Licitação é aberta para construção de viadutos
Foto: Arquivo – O Liberal
Os projetos devem custar R$ 500 mil e servirão para processo de encerramento de TAC que bloqueia a área

A Prefeitura de Americana abriu licitação para contratar uma empresa para a elaboração de projetos para a construção de dois viadutos sobre a Rodovia Anhangüera (SP-330) que darão ligação à região, hoje impedida de receber novos empreendimentos por problemas de mobilidade. Os projetos devem custar R$ 500 mil e servirão para o processo de encerramento do TAC (Termo de Ajustamento de Conduta) que bloqueia obras no pós-Anhangüera.

A região está impedida de receber novos empreendimentos em função do TAC firmado entre prefeitura e MP (Ministério Público). O TAC assinado em 2011 com a prefeitura exigia que fossem feitas obras de infraestrutura antes da instalação de novos empreendimentos na região, sob o risco de prejuízos à mobilidade na região.

O termo foi assinado com o Gaema (Grupo de Atuação Especial em Defesa do Meio Ambiente), do qual faz parte o promotor Ivan Carneiro. Em maio, a prefeitura pediu uma revisão do acordo por entender que poderia ser encerrado. Os viadutos seriam o principal fator a impedir o encerramento do termo em questão.

Os dois viadutos serão construídos na área delimitada entre os quilômetros 120 e 128 e o projeto deve definir estrutura, largura e o custo que as duas obras teriam para serem realizadas. O objetivo da prefeitura é que a construção seja custeada com os recursos de um fundo criado por meio de lei, que cobrará taxas dos empreendimentos do pós-Anhangüera que variam de R$ 1 mil a R$ 1,5 mil por empreendimento.

Uma estimativa informal do vereador Davi Ramos (PC do B), é que o fundo de custeio chegue a arrecadar até R$ 35 milhões. Além das obras do viaduto, o recurso também servirá para melhorias viárias na região do pós-Anhanguera.

A Prefeitura de Americana deve, ainda, procurar a concessionária da rodovia para avaliar sua participação no custeio de todo o processo. Caso a empresa custeie, o recurso do fundo municipal servirá somente para as obras de mobilidade. Os viadutos devem ter ligação da cidade com as Avenidas Santino Faraone e Thomaz Fortunato.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    Pesquise as licitações no seu segmento agora

    Preencha seus dados para concluir a pesquisa

    Confira quantas oportunidades de venda existem no momento.
    Digite nome, e-mail e telefone para ver os resultados.





    Oportunidades de negócio esperando por você

    Aproveite o nosso período de teste gratuito e tenha sucesso no mercado de licitações.

    Licitações e dispensas