Licitação do DAE sai com 1 ano de demora

Da Redação
O Departamento de Água e Esgoto (DAE) informou ontem a abertura de licitação na modalidade convite para contratar empresa especializada em engenharia sanitária para Elaboração de Estudo de Tratabilidade da Água do Ribeirão Água Parada.

A licitação demorou mais de um ano para ser aberta. O manancial superficial, que está localizado nas proximidades da Rodovia Marechal Rondon, no lado oposto ao trevo de acesso a Tibiriçá, poderá no futuro ser fonte alternativa de abastecimento da cidade.

Os envelopes com os documentos de habilitação e proposta comercial poderão ser entregues até às 9 horas do próximo dia 23 e serão abertos às 9h15 do mesmo dia. A empresa contratada deverá entregar ao DAE o relatório definitivo do estudo em até 4 meses da emissão da Ordem de Serviço pela Divisão de Planejamento do DAE.

O valor total dessa licitação é de R$ 130.000,00, sendo R$ 104.000,00 a fundo perdido do Fundo Estadual de Recursos Hídricos (Fehidro) e o restante (R$ 26.000,00) como contrapartida da autarquia, conforme contrato assinado entre DAE e Fehidro em maio passado. A obtenção da verba foi anunciada em maio de 2009.

O objetivo desse estudo é a verificação da qualidade físico-química da água do mencionado Ribeirão, que é afluente do Rio Batalha, para a indicação da correta forma de tratamento da água.

A cidade de Bauru é abastecida pelo Rio Batalha (40%) e por meio de 28 poços profundos instalados em vários pontos da cidade, que captam água do Aquífero Guarani.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    Pesquise as licitações no seu segmento agora

    Preencha seus dados para concluir a pesquisa

    Confira quantas oportunidades de venda existem no momento.
    Digite nome, e-mail e telefone para ver os resultados.





    Oportunidades de negócio esperando por você

    Aproveite o nosso período de teste gratuito e tenha sucesso no mercado de licitações.

    Licitações e dispensas