Licitação de R$ 94 milhões do lixo é adiada por tempo indeterminado

Prefeitura quer tempo para responder questionamentos feitos por empresas

Pedro Guerra

A Prefeitura de Sorocaba adiou por tempo indeterminado o recebimento das propostas técnicas e de preço da licitação milionária para exportação do lixo da cidade. A estimativa de gasto do Executivo é de R$ 94,1 milhões por um contrato de três anos.

A entrega deveria ser na próxima quinta-feira (10), às 10h. “Recebemos alguns pedidos de esclarecimentos” , diz o secretário de Planejamento e Gestão Rodrigo Moreno.

Ele afirma que isso é para dar total transparência à licitação. “É necessário esclarecer todas as dúvidas antes de recebermos as propostas. O feriado de Carnaval acabou atrapalhando também o cronograma”, comentou Rodrigo.

A empresa vai ficar responsável pela prestação de serviços de coleta residencial e comercial, transporte, descarga e destinação final do lixo.

Particular
O lixo está sendo levado para um aterro particular na cidade vizinha de Iperó. A Prefeitura de Sorocaba assinou no dia 7 de outubro do ano passado um contrato emergencial no valor de R$ 5,1 milhões, válido por seis meses, com a empresa Proactiva Meio Ambiente Brasil.

O transporte para o aterro está sendo feito pela Gomes Lourenço, que já fazia a coleta de lixo na cidade. A empresa está recebendo R$ 6 milhões por um contrato de válido até o dia 31 deste mês.

Saturado
O problema com a coleta do lixo na cidade começou com o saturamento do aterro sanitário do retiro São João. O local foi desativado em agosto do ano passado.

A prefeitura pagava cerca R$ 500 mil por mês para a manutenção do aterro com segurança, vigilância e maquinário. Já a Gomes Lourenço recebia R$ 917 mil por mês para fazer a coleta e depositar o lixo.

Com a nova licitação, a estimativa de gasto vai ser de R$ 2,6 milhões por mês, o que representa um aumento de 83%.

A justificativa da Secretaria da Administração para esse aumento é que outros serviços estão sendo realizados. A prefeitura vai pagar, além da coleta, o transporte e a descarga à destinação final do lixo da cidade, inclusive das feiras livres.

Coleta será feita três vezes por semana
A frequência de coleta será de três vezes por semana, em dias úteis alternados, exceto no Centro da cidade e em grandes comércios, nos quais ela deverá ocorrer diariamente, exceto aos domingos.

14 mil
toneladas de lixo por mês é a previsão que consta na licitação de coleta.

Manutenção R$ 200 mil
Para fazer a manutenção do antigo aterro sanitário está sendo gasto R$ 200 mil por mês.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

    Pesquise as licitações no seu segmento agora

    Preencha seus dados para concluir a pesquisa

    Confira quantas oportunidades de venda existem no momento.
    Digite nome, e-mail e telefone para ver os resultados.





    Oportunidades de negócio esperando por você

    Aproveite o nosso período de teste gratuito e tenha sucesso no mercado de licitações.

    Licitações e dispensas