Licitação da ERS-118 deve sair em janeiro.

Enquanto isso, o Daer trabalha somente no trecho de Gravataí.

Da Redação

Sapucaia do Sul – Apesar da governadora Yeda Crusius ter assinado ontem o início e retomada de uma série de obras de pavimentação no Estado, a ERS-118, porém, não estava entre elas. Pelo menos no que se refere ao trecho que cruza Sapucaia do Sul. No entanto, o Daer garante que a obra de melhoria na estrada segue em Gravataí e que a licitação para duplicação do km 0 ao km 5, em Sapucaia, bem como a restauração da pista antiga, deve sair em janeiro.

Até o início da duplicação, entretanto, não há cronograma de pavimentação e nem mesmo remoção de famílias que vivem nas margens da rodovia. De acordo com o superintendente do Departamento de Construção Rodoviária do Daer, Cézar Garcia, o projeto de duplicação do trecho está em fase final. “Devemos licitar em janeiro, mas até lá não há previsão de recapeamento, apenas tapa-buracos, se necessário.’’

Para início da obra, o Daer terá que lidar, primeiro, com a questão dos moradores da margem da rodovia. Segundo o secretário substituto da Habitação, Marcelo Soares, o departamento de Regulação Fundiária da Secretaria fez um levantamento socioeconômico em Gravataí, onde foram encontradas 200 famílias vivendo na área que deve ser desapropriada. Para acelerar o processo, a secretaria passou à Casa Civil um projeto de lei que institui o bônus moradia.

Com ele, cada família poderá escolher uma casa em qualquer lugar do País no valor de até R$ 40 mil. Mas isto terá que passar pela aprovação da Assembleia Legislativa e vale só para Gravataí.

No caso de Sapucaia, é preciso que o Daer encaminhe primeiro o processo de reintegração de posse da área. A prefeitura já encontrou duas áreas disponíveis, conforme o prefeito Vilmar Ballin, para onde as famílias poderiam ser levadas. “A aquisição das áreas, porém, é de responsabilidade do Estado.’’ A demora para resolver a questão, que se arrasta há três anos desde que a obra teve início, preocupa o coordenador do Comitê de Acompanhamento das Obras de Infraestrutura Viária, Ronaldo Zülke. “De todas as obras que acompanhamos, esta é a mais atrasada.’’

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    Pesquise as licitações no seu segmento agora

    Preencha seus dados para concluir a pesquisa

    Confira quantas oportunidades de venda existem no momento.
    Digite nome, e-mail e telefone para ver os resultados.





    Oportunidades de negócio esperando por você

    Aproveite o nosso período de teste gratuito e tenha sucesso no mercado de licitações.

    Licitações e dispensas