Lançado edital para obras emergenciais no Aeroporto de Ipatinga

A empresa que vencer a licitação para obras emergenciais no Aeroporto Regional do Vale do Aço, o Aeroporto de Ipatinga, terá que entregar as intervenções no prazo de 30 dias, conforme previsto na licitação publicada no último sábado pelo Departamento de Edificações e Estradas de Rodagem de Minas Gerais (DEER/MG). O valor máximo estimado para as intervenções é de R$ 327 mil. Ainda não há prazo para início das obras ou para reabertura do aeroporto, que está interditado desde o dia 19.

De acordo com informações do DEER/MG, a licitação ocorrerá na modalidade carta convite, que foi escolhida por ser um procedimento mais rápido e pelo valor orçado. As propostas das empresas devem ser entregues em 8 de março, sendo que a formalização da participação deve acontecer até 24 horas antes da apresentação das propostas.

Essa obra que está sendo licitada pelo DEER/MG prevê reparos emergenciais na pista de pousos e decolagens. A intervenção definitiva no aeroporto será realizada pelo Ministério da Infraestrutura, via Fundo Nacional de Aviação Civil (Fnac) e deve custar cerca de R$ 9 milhões.

O Aeroporto de Ipatinga foi interditado pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), no último dia 19, devido às más condições da pista. A medida foi tomada após a Azul Linhas Aéreas suspender suas operações no aeroporto, no dia 14, por tempo indeterminado, devido à insegurança da pista. A Azul fazia quatro voos diários entre Ipatinga e Belo Horizonte, com malha reduzida aos finais de semana. O Voe Minas – programa da Companhia de Desenvolvimento de Minas Gerais (Codemge) – atuava com voos três vezes por semana, fazendo a rota BH/Ipatinga/Valadares e Valadares/Ipatinga/BH.

Após a suspensão de voos pela Azul, lideranças políticas e empresariais do Vale do Aço fizeram reuniões em busca de soluções para o problema. O grupo vem ressaltando a grande importância do aeroporto para a região, onde estão concentradas grandes indústrias, como Usiminas, Cenibra, Aperam e ArcelorMittal.

O Aeroporto de Ipatinga está sob responsabilidade do Estado, mas é administrado pela empresa Socicam. Localizado em Santana do Paraíso, próximo a Ipatinga, o aeroporto foi projetado pela Usiminas, que administrou a estrutura até 2016. Depois disso, o aeródromo foi entregue ao Estado. A Socicam informa que opera a estrutura por meio de contrato de prestação de serviço que não contempla a manutenção da pista de voo, procedimento que cabe à Secretaria de Estado de Transportes e Obras Públicas (Setop).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    Pesquise as licitações no seu segmento agora

    Preencha seus dados para concluir a pesquisa

    Confira quantas oportunidades de venda existem no momento.
    Digite nome, e-mail e telefone para ver os resultados.





    Oportunidades de negócio esperando por você

    Aproveite o nosso período de teste gratuito e tenha sucesso no mercado de licitações.

    Licitações e dispensas