Lançado edital para obras da primeira barragem do Projeto Jequitaí

Já está disponível no site da Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e Parnaíba – (Codevasf) – www.codevasf.gov.br – o edital de licitação para execução das obras civis de construção da barragem de aproveitamento múltiplo do Projeto Jequitaí 1, que será implantado no Norte de Minas. O edital foi publicado na edição do dia 16 de novembro do Diário Oficial da União. As propostas das empresas interessadas em participar da concorrência para implantação do empreendimento deverão ser entregues até às 15 horas do próximo dia 20 de dezembro, na sede da Codevasf, em Brasília.

Com investimentos previstos da ordem de R$ 1,3 bilhão a serem aplicados num prazo de doze anos, os governos Federal e Estadual estão trabalhando na implantação do projeto que viabilizará a incorporação de cerca de 30 mil hectares de lavouras irrigadas na região do semiárido mineiro, contemplando 19 cidades sediadas no entorno do município de Jequitaí. Por meio da construção de duas barragens, o vale do Jequitaí, localizado entre as serras do Espinhaço e do Onça, numa região onde predomina a agricultura de sequeiro, passará a acumular 800 milhões de metros cúbicos de água. A iniciativa atenderá a uma reivindicação histórica, de mais de 50 anos. O projeto é considerado fundamental para alavancar a economia da região, que possui um dos menores Índices de Desenvolvimento Humano – (IDH) do Estado.

Além da produção de alimentos, as duas barragens previstas no projeto garantirão o abastecimento da população residente em 19 municípios atendidos pela Companhia de Saneamento de Minas Gerais – (Copasa); contribuirá na contenção de cheias nos períodos chuvosos e na perenização do Rio Verde Grande, um dos principais afluentes do Rio São Francisco em Minas Gerais.

Benefícios

Projeto Jequitaí prevê a construção de dois barramentos visando à regularização da vazão do Rio Jequitaí (de 3 para 30 metros cúbicos por segundo), permitindo o controle de cheias e evitando-se a inundação de áreas propícias à agricultura localizadas a jusante do empreendimento.Outro objetivo do projeto é a formação de um reservatório de água para garantir segurança de abastecimento à população residente em 19 municípios; a geração de 20 megawats de energia e o incremento da produção agrícola, compreendendo aproximadamente 30 mil hectares.A área de influência direta do Projeto Jequitaí envolve 12 municípios mineiros, totalizando uma população superior a 587,2 mil pessoas. São eles: Claro dos Poções, Engenheiro Navarro, Francisco Dumont, Jequitaí, Lagoa dos Patos, Várzea da Palma, Pirapora, Buritizeiro, Coração de Jesus, Joaquim Felício, Bocaiúva e Montes Claros.

As atividades agrícolas a serem desenvolvidas, além dos empregos diretos gerados, fortalecerão o polo agroindustrial já existente na região. A geração de empregos de modo sustentado poderá ser viabilizada, surtindo efeitos multiplicadores por toda a economia regional. Estima-se que o projeto será capaz de gerar cerca de 105 mil empregos, sendo 35 mil diretos e 70 mil postos de trabalho indiretos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

    Pesquise as licitações no seu segmento agora

    Preencha seus dados para concluir a pesquisa

    Confira quantas oportunidades de venda existem no momento.
    Digite nome, e-mail e telefone para ver os resultados.





    Oportunidades de negócio esperando por você

    Aproveite o nosso período de teste gratuito e tenha sucesso no mercado de licitações.

    Licitações e dispensas