Lançada licitação para reconstruir ginásio destruído por tornado em Xanxerê

Obra estimada em R$ 3,9 milhões terá recursos do Governo Federal

Lançada licitação para reconstruir ginásio destruído por tornado em Xanxerê
Ginásio foi completamente destruído em Xanxerê, mas crianças que estavam dentro sobreviveram
Foto: Sirli Freitas / Especial

Quase seis meses depois do tornado que atingiu Xanxerê e Ponte Serrada, foi lançada a licitação para a reconstrução do ginásio municipal Ivo Sguissardi, em Xanxerê. O lançamento foi na tarde desta quarta-feira, na prefeitura municipal.

O projeto do novo ginásio contempla uma ampliação de 50% na capacidade, que passa de 1,2 mil para 1,9 mil pessoas. Também será construída uma quadra oficial com 40 metros de comprimento e 20 metros de largura, que contempla as modalidades de futsal, handebol, voleibol e basquete.

O objetivo é que Xanxerê possa sediar eventos como Jogos Abertos de Santa Catarina (Jasc) e também partidas de ligas nacionais.

Outras novidades são dois palcos, elevador, praça de alimentação e plataforma para acessibilidade.

A área construída será de 3,7 mil metros quadrados com custo estimado de R$ 3,9 milhões. A presidente Dilma Rousseff, em sua visita oficial após o tornado, anunciou R$ 3 milhões para a reconstrução do ginásio. A presidente disse que a obra era um símbolo do que ocorreu naquele dia 20 de abril.

O prefeito Ademir Gasparini também considera que o ginásio representa a reconstrução da cidade.

– Ela se tornou símbolo para o mundo do que aconteceu aqui e por isso vamos fazer uma obra moderna, bonita – disse o prefeito.

As empresas tem 30 dias para apresentarem suas propostas. A expectativa é de que atér o final de novembro seja feita a contratação e, dentro de dez meses, finalizar as obras.

O complemento dos recursos será buscado com aditivos junto ao Governo Federal e, o restante, com dinheiro do próprio município.

Gasparini estima que entre 85 e 90% da cidade foi reconstruída. Das 2.180 casas atingidas, ele avalia que faltam concluir 120 a 130 residências. Das 70 que foram destruídas, 38 aceitaram as casas da Defesa Civil e já receberam a moradia. Outras 11 se habilitaram depois e ainda aguardam aprovação.

Mas 23 famílias, que possuíam casas bem maiores não quiseram as de 40 metros quadrados doadas pela Defesa Civil.  E estão tentando reconstruir com doações e recursos próprios.

A prefeitura também deve auxiliar estas famílias com os R$ 400 mil recebidos das doações em dinheiro, já descontado o valor investido em móveis para as casas modulares.

Além disso falta recuperar cerca de 400 postos de iluminação pública que foram destruídos pelo tornado. A distribuidora, Iguaçu Energia, recuperou os postes mas as lâmpadas são de responsabilidade do município. A prefeitura pediu um complemento de R$ 700 mil do Governo Federal para recolocar as lâmpadas e os suportes mas enquanto não recebe os recursos vai recuperando, mas em ritmo lento.

Se não receber auxílioo a iluminação deve ser concluída só no início do ano que vem.

Em compensação o posto de saúde do Bairro dos Esportes, um dos prédios públicos atingidos, foi reformado, está em fase de pintura e deve ser inagurado em novembro.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

    Pesquise as licitações no seu segmento agora

    Preencha seus dados para concluir a pesquisa

    Confira quantas oportunidades de venda existem no momento.
    Digite nome, e-mail e telefone para ver os resultados.





    Oportunidades de negócio esperando por você

    Aproveite o nosso período de teste gratuito e tenha sucesso no mercado de licitações.

    Licitações e dispensas