Jogando a toalha.

DA REDAÇÃO

O prefeito Chico Galindo (PTB) já admitiria, entre os mais chegados, que pode abrir mão da gestão das polêmicas obras do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) em Cuiabá. Nesse caso, o trabalho passaria para a responsabilidade do Governo do Estado.

As obras do PAC na Capital estão paralisadas desde agosto do ano passado, após a Polícia Federal prender, por meio da Operação Pacenas, empreiteiros, políticos, advogados e servidores da Prefeitura. Eles foram acusados de integrar um suposto esquema de fraudes em licitações de obras desse programa federal. No fim das contas, todo mundo foi solto, mas as obras continuam paradas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    Pesquise as licitações no seu segmento agora

    Preencha seus dados para concluir a pesquisa

    Confira quantas oportunidades de venda existem no momento.
    Digite nome, e-mail e telefone para ver os resultados.





    Oportunidades de negócio esperando por você

    Aproveite o nosso período de teste gratuito e tenha sucesso no mercado de licitações.

    Licitações e dispensas