Jobim confirma “vantagem” francesa em licitação para compra de caças

Brasília, 18 mar (EFE).- O ministro da Defesa, Nelson Jobim, disse nesta quinta-feira que os caças da francesa Dassault têm vantagem sobre os aviões suecos e americanos que também disputam a licitação para a compra de 36 aeronaves para a Força Aérea Brasileira.

“A Força Aérea considera os três aviões satisfatórios” e “pesará a transferência de tecnologia e a redução da dependência”, dois assuntos nos quais a empresa francesa oferece melhores condições, declarou o ministro a jornalistas.

Os Rafale franceses competem na licitação com os Gripen NG, da sueca Saab, e os Super Hornet F/A-18, da americana Boeing, em um negócio que, segundo fontes militares, pode chegar perto dos US$ 8 bilhões.

Jobim disse hoje que terá pronto no mês que vem um relatório que entregará ao presidente, Luiz Inácio Lula da Silva, o qual “tomará a decisão definitiva” com base neste documento.

A preferência de Lula pelos aviões franceses ficou clara no último feriado de 7 de setembro, quando recebeu em Brasília seu colega francês, Nicolas Sarkozy.

Durante esse encontro, os presidentes anunciaram sua “decisão” de transformar Brasil e França em “parceiros estratégicos também no domínio aeronáutico”, área na qual “possuem vantagens grandes”.

Nesse mesmo dia, o Governo brasileiro informou sobre sua disposição para “iniciar negociações” para a compra dos aviões franceses, mas esclareceu depois que essa oferta era válida também para Boeing e Saab e que a licitação continuava aberta.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

    Pesquise as licitações no seu segmento agora

    Preencha seus dados para concluir a pesquisa

    Confira quantas oportunidades de venda existem no momento.
    Digite nome, e-mail e telefone para ver os resultados.





    Oportunidades de negócio esperando por você

    Aproveite o nosso período de teste gratuito e tenha sucesso no mercado de licitações.

    Licitações e dispensas