Investigada por fraude em licitações, empreiteira vence disputa em Dourados.

Nicanor Coelho, correspondente em Dourados

A Prefeitura de Dourados acaba de contratar para realizar a “operação tapa buracos” a empresa Planacon Construtora Ltda. que está sendo investigada pela Operação Uragano supostamente ligada a uma quadrilha que fraudava licitações públicas.

A Planacon conseguiu um contrato no valor de R$ 364.584,98 com duração de noventa dias a partir do dia 27 de outubro de 2010. O Diário Oficial de Dourados do dia 13 de novembro publicou a Dispensa de Licitação 156/2010 afirmando que a empresa foi dispensada de licitação.

Segundo o Diário Oficial é um “contrato emergencial de empresa de engenharia especializada para a execução de serviços de tapa buracos nas vias públicas” de Dourados.

O secretário Municipal de Obras, Antônio Nogueira afirmou que a licitação foi feita na modalidade de carta-convite sendo que a Planacon apresentou a proposta com o melhor preço entre as três concorrentes.

Nogueira disse que não há nenhum problema na contratação da empresa uma vez que os contratos que estão sendo investigados pela Operação Uragano foram assinados durante o período em que o prefeito afastado Ari Artuzi estava no comando da Prefeitura. Artuzi, o vice-prefeito e nove dos 12 vereadores da cidade foram presos por conta do esquema de fraude em licitações. A empresa em questão apareceu na investigação e foi denunciada pelo Ministério Público.

O secretário afirmou que o processo de contratação foi emergencial devido a situação em que se encontram as ruas de Dourados e foi feito dentro da legalidade.

Na última quinta-feira, o MP (Ministério Público Estadual) protocolou uma ação civil pública onde consta o nome da Planacon e de mais 68 empresas e pessoas por improbidade administrativa.

A Planacon e os demais denunciados foram investigados pela Policia Federal por envolvimento em esquemas de fraude de licitações na Prefeitura de Dourados que resultado na Operação Uragano que mandou prefeito, vice, vereadores, secretários e empresários para a cadeia.

Em entrevista a Rádio Grande FM o secretário de Obras, Antônio Nogueira afirmou que “o tapa-buraco pouco resolve a situação em que está a malha viária de Dourados”.

Conforme Nogueira em alguns locais o asfalto tem 30, 40 anos, e não suporta o tráfego pesado. “Temos um projeto de recapeamento, mas por enquanto é preciso tapar os buracos, principalmente nas vias mais movimentadas”, explicou o secretário.

Somente depois que pararem as chuvas é que a Prefeitura vai prosseguir com a recuperação do asfalto de Dourados. Grande parte das ruas do centro da cidade e naquelas mais movimentadas dos bairros periférico a situação é grave.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    Pesquise as licitações no seu segmento agora

    Preencha seus dados para concluir a pesquisa

    Confira quantas oportunidades de venda existem no momento.
    Digite nome, e-mail e telefone para ver os resultados.





    Oportunidades de negócio esperando por você

    Aproveite o nosso período de teste gratuito e tenha sucesso no mercado de licitações.

    Licitações e dispensas