Integração do VLT com ônibus está prevista para outubro

Tratativas envolvendo a EMTU e as prefeituras de São Vicente e Santos já começaram

A Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos (EMTU) espera acelerar o processo de integração do Veículo Leve sobre Trilhos (VLT) com as linhas intermunicipais e municipais de ônibus de Santos e São Vicente nos próximos meses. Depois de quatro dias sem operação, os trens voltaram a operar comercialmente no trecho entre as estações Mascarenhas de Moraes e Pinheiro Machado nesta sexta-feira (4).

A empresa diz estar finalizando os estudos da ligação do sistema metropolitano por ônibus com o VLT. Esta nova etapa de conexão entre os dois modais está prevista para começar em junho.

Hoje, o transporte de ônibus intermunicipal na Baixada Santista envolve 37 linhas gerenciadas pela EMTU. Os serviços são operados com uma frota de cerca de 350 ônibus e atendem diariamente 150 mil passageiros por dia. Atualmente, a média diária de usuários do VLT é de 1,5 mil pessoas

As tratativas envolvendo as prefeituras de São Vicente e Santos e a EMTU também já começaram. Segundo a empresa, a conexão do VLT com as linhas municipais deve ocorrer a partir de outubro deste ano.

A Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) de Santos diz que já possui estudos visando à futura integração dos coletivos municipais com o VLT, mas que depende de definições da EMTU para avançar no projeto.

Adaptações mais profundas

Já as adaptações no transporte vicentino deverão ser mais profundas. Isso porque, o transporte municipal é feito pelas lotações, o que deve exigir um tratamento diferenciado.

Segundo Raimundo Oliveira, secretário de Transportes, a Prefeitura tem trabalhado intensamente para fazer os ajustes necessários, dentro dos prazos acordados com a EMTU.

“Já fizemos uma audiência pública para tratar do assunto e este mês iremos para a segunda. Sabemos que temos muitas adequações a fazer no sistema”, destaca.

Segundo ele, a pressa é para dar início à licitação da empresa que vai explorar o transporte municipal até julho. “Se passar disso, não vai dar tempo de fazermos o convênio. E queremos isso, porque sei que teremos melhorias”.

Raimundo diz que, enquanto esses trâmites burocráticos são tratados, já teve início a renovação da frota de lotações, que passará a ser integralmente formada por micro-ônibus.

Quando houver a integração com o VLT, o bilhete para quem utilizar os dois meios de transporte será de R$ 4,30, segundo ele. “A EMTU já tem falado sobre um bilhete único que possa servir para os nove municípios da região, mas isso é mais para frente”, diz.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

    Pesquise as licitações no seu segmento agora

    Preencha seus dados para concluir a pesquisa

    Confira quantas oportunidades de venda existem no momento.
    Digite nome, e-mail e telefone para ver os resultados.





    Oportunidades de negócio esperando por você

    Aproveite o nosso período de teste gratuito e tenha sucesso no mercado de licitações.

    Licitações e dispensas