Infraero vai reformar a pista e terminal de passageiros do aeroporto, diz Ângela

A Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária-Infraero, vai investir 24 milhões, 154 mil reais na reforma do Terminal de Passageiros e da pista de pouso e decolagem do Aeroporto Internacional Atlas Brasil Cantanhede, em Boa Vista. Esse investimento foi acertado com a senadora Ângela Portela (PT) durante reunião com a diretoria da estatal, em Brasília, e não inclui os 2,5 milhões já assegurados para o Terminal de Cargas Alfandegado (TECA), que está em processo de licitação, e 181 mil reais para recuperação de áreas degradadas.

No total, o Aeroporto Internacional de Boa Vista receberá neste ano de 2011, 28 milhões, 549 mil reais. Os recursos são do orçamento para investimentos da própria Infraero e não correm risco em função dos cortes anunciados pelo Governo Federal no início de fevereiro. Nesta semana, a senadora Ângela Portela se reuniu com a diretoria e técnicos da Infraero, em Brasília, para detalhar os investimentos que serão feitos no terminal de passageiros e na pista do aeroporto. Ela aproveitou para agradecer a atenção e empenho da empresa, que prontamente atendeu seu pedido para a construção do Terminal de Cargas Alfandegado.

O diretor de Operações da Infraero, João Márcio Jordão, explicou à senadora que além do TECA, os estudos já estão adiantados para o início das obras no Terminal de Passageiros e na pista do aeroporto, que incluem a construção de cerca operacional, sinalização vertical da pista de pouso, adequação interna e da pista de pouso e pátio de taxis (onde ficam as aeronaves), perfuração de poço artesiano, revestimento das paredes internas e implantação de rotas de fuga, readequação dos conectores das pontes de embarque (estrutura de concreto), e recuperação de áreas degradadas.

A senadora destacou o apoio que tem recebido da Infraero, o que tem possibilitado cumprir rapidamente várias das propostas que apresentou à população de Roraima. “Uma de nossas prioridades é desenvolver o turismo no nosso estado e para isso é fundamental ter um aeroporto em boas condições. Felizmente, a Infraero tem compreendido essas nossas necessidades e atendido prontamente as demandas da população de Roraima”.

O presidente da Infraero, Murilo Barboza, também assegurou à senadora que a empresa pode construir um segundo aeroporto, na cidade de Bonfim, e pediu à parlamentar que atue junto à prefeitura para a definição de um terreno adequado para a obra. Este aeroporto em Bonfim, além de permitir o tráfego de passageiros, atendendo inclusive à demanda da Guina, teria um aspecto estratégico fundamental, por servir de apoio às ações do governo brasileiro em toda a fronteira norte, principalmente porque uma grande extensão da fronteira está em terras indígenas ou desabitadas. Este aeroporto poderá dar suporte ainda à Área de Livre Comércio de Bonfim, já criada e regulamentada por lei federal.

Terminal de Cargas
A Infraero já publicou o edital de licitação para a construção do Terminal de Cargas Internacional Alfandegado (TECA) do Aeroporto Internacional de Boa Vista. A obra, no valor de 2 milhões, 571 mil reais, deve iniciar ainda no primeiro semestre de 2011 e é resultado de um pleito da senadora Ângela Portela, que esteve na Infraero em 2010 explicando que este terminal seria imprescindível para o funcionamento das Áreas de Livre Comércio de Boa Vista e Bonfim e também para a Zona de Processamento de Exportações de Boa Vista.

O próximo passo, de acordo com Ângela Portela, é trabalhar junto às empresas aéreas nacionais para assegurar a implantação de um vôo internacional em Boa Vista. “Teremos o Terminal de Cargas e vamos precisar do transporte aéreo para atender as empresas habilitadas pela Superintendência da Zona Franca de Manaus-Suframa, para atuar na ALC Boa Vista. Com isso, os produtos importados poderão chegar rapidamente a Roraima, com menor preço para o consumidor”.

O presidente da Infraero, Murilo Barboza, também se comprometeu a apoiar a senadora nas articulações junto às empresas aéreas, e até apontou algumas alternativas de vôos internacionais que já passam pela região. O Terminal de Cargas do Aeroporto de Boa Vista também poderá servir como apoio ao Terminal de Logística do Aeroporto de Manaus que, devido ao grande fluxo de mercadorias, em alguns períodos do ano fica sobrecarregado.

A senadora explicou ainda que já está trabalhando junto com a Suframa para liberar os recursos do orçamento da instituição destinados à construção do Porto Seco de Boa Vista, outro instrumento importante para os importadores/exportadores cadastrados na ALC. Ângela Portela também apresentou emenda ao Orçamento da União assegurando os recursos para a Prefeitura de Boa Vista construir a infraestrutura da Zona de Processamento de Exportações-ZPE.

“Assumimos um compromisso com o setor produtivo do nosso estado, de criar as condições para fortalecer nossos empresários, para a instalação de novas empresas, qualificação da mão de obra e geração de empregos no setor privado. O que estiver ao alcance do poder público, nós vamos fazer”, garantiu.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

    Pesquise as licitações no seu segmento agora

    Preencha seus dados para concluir a pesquisa

    Confira quantas oportunidades de venda existem no momento.
    Digite nome, e-mail e telefone para ver os resultados.





    Oportunidades de negócio esperando por você

    Aproveite o nosso período de teste gratuito e tenha sucesso no mercado de licitações.

    Licitações e dispensas