Hospital do Subúrbio será administrado através de uma PPP.

Redação CORREIO

O secretário estadual de Saúde, Jorge Solla, anunciou na terça-feira (13) que o Hospital do Subúrbio (HS), cuja inauguração está prevista para junho de 2010, será administrado através de uma parceria público-privada (PPP). Apesar disso, a unidade atenderá exclusivamente pelo SUS.

A proposta prevê que uma empresa, a ser contratada via licitação, irá gerir o HS por dez anos, além de arcar integralmente com o investimento em equipamentos e mobiliário, orçado inicialmente em R$55 milhões. A empresa ficará responsável também por contratar os 1.540 funcionários, entre eles 220 médicos, em caráter de dedicação exclusiva. Com o fim do contrato, os equipamentos passam a ser automaticamente do estado.

Ao governo caberá entregar a estrutura física do hospital, orçada em R$48 milhões, com 18,7 mil metros quadrados de área, e fazer repasses para custeio operacional que não podem extrapolar R$95 milhões por ano. O HS contará com 268 leitos, sendo 30 UTIs, com previsão de atendimento de cerca de um milhão de pacientes. “Com o PPP, teremos o mesmo custeio que temos com o Hospital Geral do Estado, mas é melhor, porque já temos investimentos incluídos”, avalia Solla.

Esta é a primeira vez no país que uma PPP será usada para administração hospitalar. Por isso, o governo abriu uma consulta pública, com duração de um mês, para que as empresas interessadas e a sociedade civil possam opinar sobre o projeto e o edital de licitação, que deve ser lançado em novembro. O processo licitatório será finalizado em fevereiro. A consulta pública está disponível na internet.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

    Pesquise as licitações no seu segmento agora

    Preencha seus dados para concluir a pesquisa

    Confira quantas oportunidades de venda existem no momento.
    Digite nome, e-mail e telefone para ver os resultados.





    Oportunidades de negócio esperando por você

    Aproveite o nosso período de teste gratuito e tenha sucesso no mercado de licitações.

    Licitações e dispensas