Helder nega irregularidade em licitação.

O ex-prefeito de Morretes, Helder Teófilo dos Santos, nega que tenha cometido irregularidades na licitação de obras financiadas pelo Ministério do Turismo.

Segundo ele, o Tribunal de Contas da União (TCU) errou ao considerar que a licitação de diversas obras de infra-estrutura turistica de de restaurações de prédios históricos fossem feitas separadamente. Segundo o TCU, a reunir diversos projetos em uma única licitação, o ex-prefeito prejudicou busca por proposta mais vantajosa e a realização das obras no prazo programado.

“O Tribunal apresenta interpretações diferentes para casos semelhantes. Eles alegaram que concentramos a licitação, mas um parecer do mesmo Tribunal proibiu a pulverização de obras do mesmo convênio”, afirmou Helder ao jornal Gazeta do Povo. Ele também afirmou que o edital foi elaborado para garantir a qualificação técnica da empresa vencedora.

O ex-prefeito também informou que irá recorrer da multa de R$ 10 mil aplicada a ele pelo TCU.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

    Pesquise as licitações no seu segmento agora

    Preencha seus dados para concluir a pesquisa

    Confira quantas oportunidades de venda existem no momento.
    Digite nome, e-mail e telefone para ver os resultados.





    Oportunidades de negócio esperando por você

    Aproveite o nosso período de teste gratuito e tenha sucesso no mercado de licitações.

    Licitações e dispensas