Governo Wagner teria contratado empresa para administrar hospital fantasma.

“O governador sabe que a região é carente de serviços de saúde e quer pongar em um pleito que é nosso”, diz prefeito de Seabra, município onde está sendo construída a unidade médica

SEABRA/SALVADOR – A oposição não está dando sossego ao governador Jaques Wagner. Na semana, o deputado Heraldo Rocha (DEM) denunciou um suposto esquema de fraudes em licitações no setor da saúde do governo Wagner. O parlamentar oposicionista acusou a administração estadual de contratar uma empresa, sem licitação, para administrar um hospital fantasma no município de Seabra, localizado na Chapada Diamantina.

De acordo com o deputado, as obras do hospital fictício não foram concluídas. No entanto, a secretaria de Saúde do Estado teria contratado uma empresa para administrar a unidade médica ainda inexistente. O pagamento à empresa seria feito antes mesmo da prestação dos serviços.

Ouvido pelo Bahia Notícias, o prefeito de Seabra, José Luiz Rochinha (PMDNB) disse que o Governo do Estado não tem nada a ver com a obra que está sendo feita com recursos do Governo Federal. “Jaques Wagner sabe que a região é carente de serviços de saúde e quer pongar em um pleito que é nosso”, denunciou.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    Pesquise as licitações no seu segmento agora

    Preencha seus dados para concluir a pesquisa

    Confira quantas oportunidades de venda existem no momento.
    Digite nome, e-mail e telefone para ver os resultados.





    Oportunidades de negócio esperando por você

    Aproveite o nosso período de teste gratuito e tenha sucesso no mercado de licitações.

    Licitações e dispensas