Governo propõe PPP para rodovia paralela à BR-116.

Yeda comemorou união dos prefeitos da Região Metropolitana

A governadora Yeda Crusius anunciou nesta quinta-feira um protocolo de intenções com os prefeitos da Região Metropolitana de Porto Alegre para a construção da chamada Rodovia do Progresso, estrada de 42km que ligará a capital a Sapiranga paralelamente à BR-116. Construída por Parceria Público-Privada (PPP), a RS-010 deve ficar pronta em sete anos, sendo que o primeiro trecho estará concluído dois anos após a assinatura do contrato.

“É uma resposta rápida para o problema do esgotamento da BR-116, que atinge quatro milhões de moradores da região”, afirma o secretário de Planejamento e Gestão, Mateus Bandeira. A intenção é que a nova estrada se complemente à Rodovia do Parque, que será construída pelo governo federal do outro lado da BR 116.

“Formará o anel rodoviário metropolitano, agora pelo lado leste da região, uma área que até agora não se desenvolveu do ponto de vista urbano”, explica Bandeira. O prefeito de Canoas, Jairo Jorge, defende a necessidade de desafogar o tráfego na área. “Todos sabemos da importância da Rodovia do Parque, mas precisamos pensar daqui a 15, 20 anos”, sustenta.

A estimativa de custo da obra é de R$ 802,5 milhões, sendo R$ 87,4 milhões para desapropriações. O governo do Estado pretende publicar em março uma consulta pública durante 30 dias, para depois realizar uma audiência. A ideia é abrir licitação até abril, com expectativa de assinar o contrato com a empresa vencedora ainda no primeiro semestre. O primeiro trecho, até Canoas, deve ficar pronto em dois anos. Os outros dois ficariam concluídos em quatro anos e meio (até Sapucaia) e sete anos (até Sapiranga).

“Vamos fazer com muita rapidez porque temos unidade política para isso. Dada esta união de esforços, creio que não teremos impedimento no tempo de construção da estrada”, destaca a governadora Yeda Crusius, comemorando a reunião de prefeitos de diferentes partidos para a discussão do projeto. “Em dois anos, já teremos um desafogo significativo”, completa.

A rodovia, que sairá do entroncamento da avenida Assis Brasil com a BR-290, seguirá em sentido Norte até a RS-239, entre Campo Bom e Sapiranga. Ela terá conexão com a BR-386 e com as RS-118 e 240.

O prazo de concessão para a empresa vencedora da licitação é de 35 anos, de acordo com a lei das PPPs. Como contrapartida, serão instaladas três praças de pedágio ao longo da rodoviae. As tarifas devem variar entre R$ 0,90 e R$ 1,90.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

    Pesquise as licitações no seu segmento agora

    Preencha seus dados para concluir a pesquisa

    Confira quantas oportunidades de venda existem no momento.
    Digite nome, e-mail e telefone para ver os resultados.





    Oportunidades de negócio esperando por você

    Aproveite o nosso período de teste gratuito e tenha sucesso no mercado de licitações.

    Licitações e dispensas