Governo garante privatização do trem-bala brasileiro.

O governo federal publicou ontem (quarta, dia 8), no Diário Oficial da União, decreto assinado pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva que inclui o Trem de Alta Velocidade (TAV), projeto de ligação do Rio de Janeiro a São Paulo e Campinas, no Programa Nacional de Desestatização, o que garante a privatização da linha férrea, ainda que não exista data estipulada para a licitação do projeto. A inclusão do TAV no programa comprovaria, segundo o governo, que parte dos recursos para a obra virão dos cofres públicos, com o restante saindo de parceiros da iniciativa privada.

O primeiro trem-bala deve custar US$ 14 bilhões, e a previsão é de o trecho São Paulo-Rio estar pronto antes do início da Copa de 2014. Ao todo a linha terá 530 quilômetros de trilhos e deverá transportar anualmente entre 8 milhões e 10 milhões de passageiros. A obra deverá seguir o formato de uma parceria público privada (PPP).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

    Pesquise as licitações no seu segmento agora

    Preencha seus dados para concluir a pesquisa

    Confira quantas oportunidades de venda existem no momento.
    Digite nome, e-mail e telefone para ver os resultados.





    Oportunidades de negócio esperando por você

    Aproveite o nosso período de teste gratuito e tenha sucesso no mercado de licitações.

    Licitações e dispensas