Governo Federal reúne superintendentes para apurar denúncias contra o DNIT.

O Ministério dos Transportes reúne hoje todos os superintendentes estaduais do Departamento Nacional de Infraestrutura e Transportes (DNIT) para discutirem as denúncias de irregularidades. Houve abertura de inquérito civil público pedido pela Procuradoria da República em vários Estados, para apurar favorecimentos e corrupção.

O superintendente do DNIT no Piauí, Sebastião Ribeiro Braga, afirmou que todas as licitações do órgão foram feitas dentro da legalidade. Segundo ele, os pregões das rodovias BR-020 e BR-235, no valor de R$ 193 milhões, foram feitas pela Secretaria Estadual de Transportes e não pelo DNIT.

Braga refutou a história de esquema no DNIT/PI, mesmo havendo o pedido de instauração de inquérito civil feito pelo Ministério Público Federal, através do procurador Kelston Lages, para apurar supostas irregularidades ou benefícios a determinadas empresas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    Pesquise as licitações no seu segmento agora

    Preencha seus dados para concluir a pesquisa

    Confira quantas oportunidades de venda existem no momento.
    Digite nome, e-mail e telefone para ver os resultados.





    Oportunidades de negócio esperando por você

    Aproveite o nosso período de teste gratuito e tenha sucesso no mercado de licitações.

    Licitações e dispensas