Governo do Estado já investiu mais de R$ 9 milhões no Corpo de Bombeiros

Por Ana Dulce Melo, repórter da ASN

Nos últimos quatro anos e meio, a gestão do governador Marcelo Déda renovou a frota de veículos, adquiriu equipamentos operacionais e de proteção individual, além de recuperar o quadro salarial, que hoje tem o segundo melhor piso do Brasil
Inovação e reconhecimento são os pilares que norteiam os investimentos do Governo do Estado no Corpo de Bombeiros de Sergipe (CBMSE). Nos últimos quatro anos, foram direcionados R$ 9 milhões para o reequipamento da Corporação. Desse total, apenas R$ 1 milhão é oriundo do Governo Federal, por meio do Ministério da Justiça. Os outros R$ 8 milhões foram adquiridos com recursos próprios e revertidos na renovação da frota de veículos, aquisição de equipamentos operacionais e de proteção individual e na interiorização do CBMSE. A recuperação salarial dos bombeiros, que hoje têm o segundo melhor salário do Brasil (R$ 3.012,00 na carreira inicial), simboliza o reconhecimento da importância dos serviços prestados pela Corporação à sociedade civil e o empenho do Governo em qualificar o serviço público e valorizar o servidor.

Ao longo da gestão Marcelo Déda, o CBMSE adquiriu cinco caminhões Auto-Bomba Tanque (ABT), no valor de R$ 525 mil cada, com capacidade de cinco mil litros; uma carreta de apoio operacional, denominada Auto Tanque Bi-Trem com dois reservatórios e capacidade de armazenamento de 48 mil litros de água, no valor de R$ 700 mil; cinco botes infláveis com motor de popa de 40 hp, no valor total de R$ 250 mil, além da locação de duas picapes 4×4 que serão utilizadas no trabalho de prevenção realizado pelos Guarda-Vidas nas praias do litoral sergipano e estuários; três motos de salvamento aquático (tipo Jet-sky), da marca Yamaha com 1800 cilindradas cada. Os veículos Jet-sky possuem capacidade para três tripulantes e podem ser utilizados em prevenções, buscas, salvamentos, resgates e patrulhamentos.

Esses investimentos estruturais tornaram a Corporação sergipana uma das mais equipadas do Nordeste. Comandante do CBMSE, coronel Nailson Santos Melo, conta que o aperfeiçoamento é um trabalho contínuo. “Evoluímos bastante. Estamos num processo continuado de recuperação da nossa instituição, temos feito as coisas com dedicação e planejamento. Nós temos que comemorar, porque não estamos mais nas páginas dos jornais com aquelas colocações inadequadas e às vezes esdrúxulas de mangueiras furadas ou falta de água. Estamos em crescente transformação”, declarou.

De acordo com ele, até dezembro, o Corpo de Bombeiros de Sergipe receberá mais um veículo para atuações de combate a incêndio e resgate de vítimas em altura: uma viatura com plataforma elevatória de 54 metros de alcance, o que equivale a um prédio de 17 andares. Montada na Finlândia, o novo veículo custou R$ 2.700.000,00 e atuará juntamente com a viatura de auto escada mecânica ou magirus (AEM). Essa plataforma representa mais um meio de apoio às operações em altura. Esse veículo, juntamente com a viatura de auto escada mecânica (AEM) ou escada Magirus, permite o combate a incêndio e a abordagem de vítimas, facilitando o acesso dos bombeiros”, explicou..

A viatura de auto escada mecânica (AEM) passou recentemente por serviços de manutenção, com desmontagem, montagem, troca de componentes desgastados e pintura. Orçado em mais de R$ 198 mil, o serviço operacional foi realizado na sede fábrica Mitrem, no Rio Grande do Sul, empresa responsável pela fabricação do equipamento.

Com quase 91 anos de prestação de serviço ao cidadão, o CBMSE dispõe de cerca de 500 profissionais distribuídos em cinco unidades operacionais – Aracaju, Estância, Itabaiana, Nossa Senhora do Socorro e Tobias Barreto. O trabalho das bases é integrado e realizado em parceria com o Centro Integrado de Operações de Segurança Pública (Ciosp), o qual centraliza todo o atendimento à população, coordenando as ações das Polícias Militar, Civil, Técnica e o Corpo de Bombeiros.

As melhorias já são percebidas pelos bombeiros. Integrante da base de Itabaiana, o soldado Max Alberto reconhece o novo momento vivido pela Instituição. “Nós percebemos que a gestão da casa entrou em sintonia com o novo modelo de gestão do Estado. Reconhecemos os esforços do comando para melhorar a situação. Um grande passo já foi dado com a chegada de cinco caminhões ABT’s (Auto Bomba Tanque), juntamente com um caminhão bi-trem Auto-Tanque, que nos dá uma grande autonomia no que se refere à reserva de água para o combate a incêndio. O reajuste salarial, com certeza não há como passar despercebido. A negociação foi longa para chegarmos ao patamar desejado, mas ao final, o governo entendeu nossa necessidade e isso certamente influenciou na qualidade de vida dos militares. Sabemos da sensibilidade e do respeito que o governador tem à nossa categoria, temos certeza que existe um olhar diferenciado para a nossa instituição e mais investimentos virão”, disse.

Interiorização

O projeto de fortalecimento das políticas públicas da área da segurança é ampliado com a interiorização dos serviços públicos. Em maio, Marcelo Déda assinou uma ordem de serviço autorizando construção do primeiro Destacamento de Bombeiros Militares (DBM) no interior. Localizada em Própriá, a unidade contará com 25 militares, terá uma área de 1.200 metros quadrados, com investimento de R$ 374.619,01. “Este quartel é o primeiro de um processo de interiorização das unidades operacionais do Corpo de Bombeiros. Já foi iniciado a licitação para implementação de mais um DBM na cidade de Lagarto. Também está em estudo a construção de mais uma unidade no município de Nossa Senhora da Glória”, destacou o comandante Nailson Santos.

Além disso, está previsto a reforma do Presídio Militar (Presmil) para instalação de um Batalhão do Corpo de Bombeiros e ainda a construção de um quartel dos bombeiros na Orla da Atalaia, atendendo toda a zona de expansão de Aracaju.

Em julho, o Governo do Estado inaugurou uma unidade do Corpo de Bombeiros Militar de Sergipe em Tobias Barreto. A sede, considerada um destacamento oficial da Corporação, tem um efetivo de 15 homens, cedidos pelo quartel para prestarem serviços nas áreas administrativas, fiscalização, vistoria e orientação, além do reforço de dois caminhões operacionais. “Observamos a demanda da unidade de Estância e comprovamos que a transferência de alguns militares para o novo quartel de Tobias Barreto não prejudicaria o atendimento da região. Além disso, os municípios próximos da cidade de Tobias Barreto vão contar com a presença dos bombeiros num espaço de tempo bem menor”, explicou o comandante Nailson.

A unidade de Tobias Barreto reforça os trabalhos da base de Estância, já que atende também os municípios de Arauá, Pedrinhas, Boquim, Salgado, Cristinápolis, Santa Luzia do Itanhy, Estância, Umbaúba, Indiaroba, Itabaianinha, Simão Dias, Poço Verde, Tobias Barreto, Riachão do Dantas e Tomar do Geru.

Ações

Conforme dados da Corporação, foram registradas 3.409 ocorrências no primeiro semestre deste ano, entre combate a incêndio, salvamentos, atendimento pré-hospitalar e até mesmo apoio psicológico. Um crescimento de 13,11% em relação ao mesmo período do ano passado. O balanço de 2009 – 4.792 ocorrências – e 2010 – 7.015 atendimentos – mostra que a renovação de viaturas e equipamentos favorece a abrangência de atuação do Corpo de Bombeiros, já que a carência estrutural limitava a prestação de serviço dos ‘soldados do fogo’. “Os investimentos em viaturas, equipamentos e o aumento do efetivo nos ajudou muito a desenvolver os serviços. Nosso tempo resposta na ocorrência melhorou bastante. Hoje, nosso tempo de atendimento é entre cinco e seis minutos. Antes desses recursos, tínhamos mais dificuldades, a exemplo do incêndio que ocorreu em uma loja de materiais de construção, em Aracaju. Na época, não tínhamos um caminhão com a capacidade de água que temos hoje e demoramos a controlar o fogo”, relembra a aspirante Flávia Tavares Silva Souza, há 13 anos na Corporação.

Os números destacam também a confiança da sociedade na Instituição. Na opinião do soldado Max Alberto, a eficiência nos trabalhos de salvamento caracteriza a atividade e alimenta sua credibilidade. “A nossa missão é muito especial, todas as profissões têm a sua devida importância, mas nós, bombeiros, temos a mais especial delas, que é salvar vidas e bens em momentos de extrema dificuldade e altíssimo nível emocional do envolvidos. Talvez seja por isso que a sociedade nos dá tanta credibilidade. Temos que estar preparados para as mais difíceis e inusitadas situações, pois a sociedade confia no nosso trabalho e não podemos falhar”, disse.

“Cada ocorrência é diferente uma da outra, sob qualquer situação, tentamos manter a calma e a concentração, muitas vezes só os equipamentos não são suficientes, se faz necessário a inteligência, a experiência e o atilamento de toda a equipe. Já pude presenciar muitos momentos de extrema dificuldade, mas o que me marca mais nesta profissão é quando recebemos a criançada para conhecer nossa atividade. É gratificante demais o carinho que eles têm por nós e a sinceridade de uma criança não tem preço”, ressaltou.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

    Pesquise as licitações no seu segmento agora

    Preencha seus dados para concluir a pesquisa

    Confira quantas oportunidades de venda existem no momento.
    Digite nome, e-mail e telefone para ver os resultados.





    Oportunidades de negócio esperando por você

    Aproveite o nosso período de teste gratuito e tenha sucesso no mercado de licitações.

    Licitações e dispensas