Governo autoriza concessão de outros 4 aeroportos à iniciativa privada

O Governo autorizou nesta sexta-feira a concessão à iniciativa privada da manutenção e a operação dos aeroportos internacionais das cidades do Porto Alegre, Salvador, Florianópolis e Fortaleza, cujas licitações estão previstas para este mesmo ano.

Rio de Janeiro, 11 set (EFE).- O Governo autorizou nesta sexta-feira a concessão à iniciativa privada da manutenção e a operação dos aeroportos internacionais das cidades do Porto Alegre, Salvador, Florianópolis e Fortaleza, cujas licitações estão previstas para este mesmo ano.
A inclusão destes quatro terminais aéreos no chamado Programa Nacional de Desestatização foi regulamentada em um decreto assinado pela presidente Dilma Rousseff e publicado hoje no Diário Oficial da União (DOU).
Dilma já tinha anunciado em junho passado sua intenção de oferecer a empresas privadas a concessão para reformar, manter e operar os quatro aeroportos, mas o projeto não tinha sido iniciado.
Além de autorizar as concessões, o decreto determina que a Agência Nacional de Aviação Civil inicie imediatamente os respectivos estudos para definir o melhor modelo de concessão dos terminais.
Este será o segundo rodízio de concessão de aeroportos brasileiros depois que o governo outorgou licenças para que empresas privadas operem os terminais internacionais de São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte e São Gonçalo do Amarante.
A concessão dos quatro aeroportos faz parte do Programa de Investimentos em Logística (PIL) que Dilma anunciou em junho passado como ferramenta para impulsionar a economia brasileira, que este ano entrou em recessão.
O plano prevê investimentos por R$ 198,4 bilhões em estradas, portos, aeroportos, ferrovias e outras infraestruturas.
As obras, em grande parte financiadas pelos bancos públicos, serão assumidas por empresas privadas, que em troca terão os direitos para operar as diferentes infraestruturas por diferentes períodos.
O programa contempla investimentos no valor de R$ 86,4 bilhões em ferrovias e de R$ 66,1 bilhões na melhoria e construção de estradas.
No setor de portos serão oferecidos em concessão projetos calculados em R$ 37,4 bilhões e nos aeroportos a soma chega a R$ 8,5 bilhões. EFE

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

    Pesquise as licitações no seu segmento agora

    Preencha seus dados para concluir a pesquisa

    Confira quantas oportunidades de venda existem no momento.
    Digite nome, e-mail e telefone para ver os resultados.





    Oportunidades de negócio esperando por você

    Aproveite o nosso período de teste gratuito e tenha sucesso no mercado de licitações.

    Licitações e dispensas