Governo assina aditivo para ampliar aeroporto em Confins.

O governador Aécio Neves e o presidente da Infraero, Murilo Marques Barboza, assinaram nesta quinta-feira (25/03), no Palácio Tiradentes, na Cidade Administrativa, termo aditivo ao acordo de cooperação técnica para a ampliação do Aeroporto Internacional Tancredo Neves, em Confins. O aditivo define os compromissos assumidos pela Infraero para promover a ampliação do terminal 1 do aeroporto e a contratação do projeto executivo para a construção do terminal 2. A Infraero também anunciou que, em 60 dias, será aberta a licitação para os primeiros blocos do Aeroporto Indústria, que está sendo instalado em Confins.

“Devo registrar que a Infraero cumpre aqui hoje um compromisso assumido com o Governo de Minas Gerais. Havíamos, desde o ano passado, definido uma parceria para executar o projeto executivo extremamente urgente para que possamos licitar as obras do terminal 2”, explicou o governador. A parceria firmada entre o Governo de Minas e a Infraero prevê que o Estado será responsável pelo projeto executivo e pela licitação, e a Infraero fará o repasse dos recursos.

“Essa parceria é um compromisso assumido por mim e pelo governador, importante para a Infraero, no sentido de agilizar o novo terminal do aeroporto, com a integração com o terminal atual, porque há uma interface grande de engenharia a ser desenvolvida. A Infraero tem um compromisso grande com Confins, principalmente na gestão do governador Aécio Neves, quando fizemos a integração do aeroporto com a estrutura urbana da cidade, graças à essa via que vemos aqui agora e com a Cidade Administrativa mais perto do aeroporto”, afirmou o presidente da Infraero, em referência à Linha Verde, via de acesso rápido entre o centro da cidade e o Aeroporto, construída com recursos do Governo de Minas.

Obras

Pela previsão da Infraero, as obras de ampliação do terminal 1, que deverá aumentar a capacidade do Aeroporto Internacional dos atuais 5,5 milhões para 7 milhões, devem ser iniciadas em 2011. Já o projeto executivo para a construção do terminal 2 deve ser entregue à Infraero pelo Governo de Minas dentro de um ano. A previsão é que dentro de 30 dias a Infraero repasse os recursos para a elaboração do projeto. O valor estimado é US$ 10 milhões. Já a construção do terminal 2 deve ampliar a capacidade para 12 milhões de passageiros.

“Sabemos que o Aeroporto Tancredo Neves, em Confins, planejado no seu Terminal 1 para alguma coisa em torno de 5,5 milhões de passageiros, já está com praticamente o seu limite, já está saturado seu tráfego e trânsito de passageiros, inclusive em determinados horários. O que queremos é fazer algumas adaptações no Terminal 1, ampliando e, obviamente, fazendo a conexão correta com o Terminal 2. Nosso objetivo é que até a Copa de 2014 tenhamos duplicada a capacidade do Aeroporto Tancredo Neves levando mais conforto às pessoas, mais segurança, mais tranqüilidade”, destacou Aécio Neves.

Entre as obras previstas para o terminal 1, estão a extensão da atual pista de pouso e decolagem em, no mínimo, 600 metros; novo pátio de aeronaves e complementação do sistema de táxi. A finalização está prevista para 2012. O acordo de cooperação técnica entre a Infraero e o Governo de Minas foi assinado em novembro de 2009, com prazo de 33 meses. Com o aditivo, passa a vigorar por 60 meses.

Aeroporto Industrial

O presidente da Infraero, Murilo Marques Barboza, garantiu que dentro de 60 dias será realizada a licitação dos primeiros lotes do Aeroporto Indústria no entorno do Aeroporto Internacional Tancredo Neves, em uma área de 46 mil m², pertencente ao Estado, com investimento de R$ 10 milhões. As obras do Aeroporto Industrial deverão ser concluídas até junho. Serão licitados nove lotes disponíveis para a instalação de empresas de tecnologia de ponta.

“Num prazo máximo de 60 dias, haverá as primeiras licitações em blocos do aeroporto indústria. É a primeira experiência que vamos estar praticando desse modelo nos aeroportos”, explicou Murilo Barboza.

Transferência de voos

A transferência dos voos da Pampulha para Confins foi determinada em 13 de março de 2005, pela portaria nº 1891/DGAC do Departamento de Aviação Civil (DAC), com apoio da Infraero, do Governo de Minas e da Prefeitura de Belo Horizonte. Desde então, o movimento de passageiros no Aeroporto Internacional cresceu 1.200%, entre 2004 e 2009, saltando de 388 mil para 5,2 milhões ao ano. A previsão é que esse número chegue a 9 milhões de pessoas/ano até o fim de 2011.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

    Pesquise as licitações no seu segmento agora

    Preencha seus dados para concluir a pesquisa

    Confira quantas oportunidades de venda existem no momento.
    Digite nome, e-mail e telefone para ver os resultados.





    Oportunidades de negócio esperando por você

    Aproveite o nosso período de teste gratuito e tenha sucesso no mercado de licitações.

    Licitações e dispensas