Governo analisa propostas para concessão de rodovias

Governo analisa propostas para concessão de rodovias
Trecho próximo ao Barro Branco, na rodovia Jaú-Barra Bonita, que deve receber praça de pedágio BEATRIZ ZAMBONATO SANTOS

O edital de licitação para a concessão de rodovias que ligam Itaporanga a Franca deve ser publicado em breve pelo governo estadual. Uma das estradas que serão administradas pela iniciativa privada é a SP-255, que passa por Araraquara, Bocaina, Jaú, Barra Bonita, Igaraçu do Tietê, entre outros municípios.

Durante o mês de setembro foi aberta consulta pública para que interessados encaminhassem sugestões ou recomendações no processo de concessão denominado Lote Rodovias dos Calçados.

De acordo com a Agência de Transporte do Estado de São Paulo (Artesp), nesse período apenas três contribuições foram encaminhadas ao órgão.

O próximo passo é que técnicos da agência analisem as sugestões e a possibilidade de inclusão delas no projeto. Após essa verificação é que será publicado o edital de licitação, em data ainda a ser definida. Empresas ou consórcios interessados na disputa terão 90 dias para entregar as propostas.

A minuta do edital aponta que mais de 110 quilômetros da SP-255 serão duplicados, entre eles o trecho entre Jaú e Barra Bonita. O dinheiro para essa e outras obras virá da arrecadação com praças de pedágio.

Na região, haverá instalação de duas delas: na altura do quilômetro 167, no trecho conhecido como Barro Branco, e no quilômetro 117, no município de Boa Esperança do Sul.

Acessível

Há pouca margem para que o governo estadual altere esse pontos do edital. As melhorias na estrada serão bancadas pelos usuários da rodovia.

Na opinião de Veidson Marcelo Gonçalves, que integra o movimento Duplica Já, do Rotary Club de Jaú, faltou participação política em audiência realizada no início do ano em Araraquara para tentar barrar a instalação de praça de pedágio entre Jaú e Barra Bonita.

Na ocasião, o governo estadual apresentou o projeto de melhoria das Rodovias dos Calçados e informou que haveria a cobrança de pedágio e onde seriam instaladas as praças.

“Não somos contrários à cobrança do pedágio, mas torcemos para que o valor seja acessível”, diz Gonçalves. “Também gostaríamos que a cobrança viesse depois das obras de duplicação.”

A minuta do edital estabelece que a duplicação do quilômetro 155 + 7 ao quilômetro 179 + 6 da SP-255 (trecho entre Jaú e Barra Bonita) será feita entre o segundo e o quinto ano do contrato assinado com a empresa ou o consórcio vencedor da licitação.

Além disso, a instalação de cinco praças de pedágio na SP-255 será feita no primeiro ano de execução do contrato. Na Jaú-Barra a praça contará com 11 cabines (veja quadro).

Governo analisa propostas para concessão de rodovias

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    Pesquise as licitações no seu segmento agora

    Preencha seus dados para concluir a pesquisa

    Confira quantas oportunidades de venda existem no momento.
    Digite nome, e-mail e telefone para ver os resultados.





    Oportunidades de negócio esperando por você

    Aproveite o nosso período de teste gratuito e tenha sucesso no mercado de licitações.

    Licitações e dispensas