Geraldo cobra retomada das obras da Praça Antonio João.

Deputado lamenta paralisação das obras mesmo com a licitação da segunda etapa ter sido concluída em 17 de dezembro

O deputado federal Geraldo Resende está cobrando, da Prefeitura de Dourados, a retomada das obras da Praça Antonio João, que foram novamente paralisadas após o término da primeira etapa. O parlamentar, que foi buscar informações junto à empresa e à Prefeitura, foi informado de que a segunda etapa está licitada desde 17 de dezembro, mas até o momento a administração municipal não deu a ordem de início dos serviços.

Geraldo diz que espera que essa decisão seja tomada o mais rápido possível, para que já na segunda-feira os trabalhos possam ser retomados. Outra decisão que precisa ser tomada com urgência, diz o parlamentar, é a licitação para escolha das empresas que vão instalar a fonte luminosa e a tenda previstas para o interior da praça. Essas duas estruturas precisam estar prontas para que a parte de engenharia civil da segunda etapa possa ser concluída.

“Gostaria que a Praça Antonio João fosse entregue à população no próximo 1.º de Maio, Dia do Trabalhador, com uma bonita festa, mas se continuar neste ritmo isso será muito difícil”, afirma o parlamentar. “Mesmo assim vou insistir com a administração municipal para que essas providências sejam tomadas, pois não há razão para os trabalhos estarem paralisados”.

Os recursos para a reforma da Praça Antonio João foram garantidos por Geraldo Resende, tanto na primeira, quanto na segunda etapa. Na primeira, a emenda parlamentar foi no valor de R$ R$ 487.500,00 e na segunda, de R$ 731.250,00. A Prefeitura assumiu as contrapartidas de R$ 24.375,00 e R$ 38.500,00, respectivamente.

Fiscal
Ao se informar sobre o andamento da reforma, Geraldo Resende ficou sabendo que a mesma encontra-se praticamente abandonada pelo poder público municipal. “Funcionários da Prefeitura me informaram que nem sequer há um fiscal no canteiro de obras, pois a engenheira que tinha essa função pediu licença e o que assumiu no lugar está de férias”, salientou o parlamentar. “É preciso que a administração tome providências para resolver essa situação a fim de que possamos devolver o cartão postal para uso da população ainda no primeiro semestre deste ano”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    Pesquise as licitações no seu segmento agora

    Preencha seus dados para concluir a pesquisa

    Confira quantas oportunidades de venda existem no momento.
    Digite nome, e-mail e telefone para ver os resultados.





    Oportunidades de negócio esperando por você

    Aproveite o nosso período de teste gratuito e tenha sucesso no mercado de licitações.

    Licitações e dispensas