Franqueados estão preocupados com edital

Brasília (AE) – Os franqueados dos Correios saíram frustrados do encontro com o ministro das Comunicações, Paulo Bernardo, ontem. Marco Aurélio de Carvalho, advogado da Associação Brasileira de Franquias Postais (Abrapost), disse ao Grupo Estado que, ao contrário do fim do ano passado, quando Bernardo, ainda como ministro do Planejamento, havia dado garantia de que os editais de licitação das franquias seriam retirados e os “vícios” sanados, antes de dar prosseguimento às licitações, o ministro avisou aos franqueados que o processo terá que ser negociado com o novo presidente dos Correios, Wagner Pinheiro. “Saímos preocupados, mas continuamos confiantes na palavra do ministro, que agora no Ministério das Comunicações, tem condições de resolver o impasse”, ponderou Carvalho.

Segundo o advogado, no auge da queda de braço entre franqueados – que obtiveram na Justiça diversas liminares contra o edital – Bernardo e o advogado-geral da União, Luís Inácio Adams, garantiram aos franqueados que, diante dos vícios do edital apresentados, não haveria outra saída senão a retirada dos editais atuais e o lançamento dos novos. “A gente confia na palavra deles”, ressaltou. Segundo Carvalho, dos 1.426 contratos de franquias postais, só 400 foram assinados. Procurado, o ministro Paulo Bernardo disse que simplesmente direcionou os franqueados para conversarem com o presidente dos Correios.

Em outubro, para eliminar o risco de se ter um caos postal e um contingente de 35 mil trabalhadores com aviso prévio no período que antecede o segundo turno das eleições para Presidente da República, o governo decidiu editar uma Medida Provisória que prorrogou os contratos das franquias dos Correios por sete meses Os contratos seriam extintos no dia 10 de novembro, mas diversas liminares vigentes em todo o País obtidas pelos franqueados impedem a continuidade do processo de licitação para contratação de franquias. A prorrogação dos contratos das franquias atuais tornou desnecessária a aplicação do plano de contingência dos Correios, no valor de R$ 426 milhões, que previa 450 novas agências e 3,5 mil guichês de atendimento adicionais.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

    Pesquise as licitações no seu segmento agora

    Preencha seus dados para concluir a pesquisa

    Confira quantas oportunidades de venda existem no momento.
    Digite nome, e-mail e telefone para ver os resultados.





    Oportunidades de negócio esperando por você

    Aproveite o nosso período de teste gratuito e tenha sucesso no mercado de licitações.

    Licitações e dispensas