Falta de emissário impede que ETE de Pirajuí já esteja em atividade.

Lilian Grasiela
Pirajuí – Às vésperas de ser concluída, Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) de Pirajuí (58 quilômetros de Bauru) vai ter que aguardar pelo menos um ano para entrar em operação em função da ausência de emissários (tubulações responsáveis pela coleta do esgoto e transporte até a ETE). O prefeito Jardel de Araújo (DEM) esteve em Barra Bonita para assinatura de convênio com o Governo do Estado no valor de R$ 3 milhões. Os recursos serão empregados na finalização dessa segunda etapa.

O prefeito conta que, ao todo, o município foi contemplado com R$ 6 milhões referentes ao Programa Água Limpa. “Em novembro de 2008, eu recebi R$ 3 milhões para fazer a Estação de Tratamento de Esgoto e parte do emissário até atravessar a rodovia Marechal Rondon. Essa primeira etapa vai terminar no mês que vem”, diz. “Agora eu assinei (convênio) só para emissário e estação elevatória para levar o esgoto até a lagoa. A (ETE) vai ficar pronta, mas não vai funcionar porque não tem o esgoto para levar para lá”.

A ETE de Pirajuí está sendo construída no início da estrada vicinal PRI-010, que liga o município às cidades de Pongaí e Uru, próximo à rodovia Marechal Rondon (SP-300). “O município não tem recursos para executar essas obras. Para a gente, isso vai ser importante”, declara o prefeito. O local foi escolhido pela Companhia de Tecnologia de Saneamento Ambiental (Cetesb) por estar próximo aos rios Dourado do Oeste e Douradinho do Leste que, hoje, recebem todo o esgoto produzido na cidade.

O chefe do Executivo explica que o Governo do Estado iniciou o projeto de tratamento de esgoto com a ETE por acreditar que a cidade já contava com emissários para o afastamento dos dejetos. Segundo ele, até que as tubulações estejam instaladas, o que deve demorar em torno de 11 meses, a lagoa de tratamento da ETE vai ter que permanecer cheia de água para que suas funções não sejam prejudicadas. Se não ocorrerem contratempos na licitação das obras, o sistema de tratamento de esgoto deverá entrar em operação no início de 2011.

O Programa Água Limpa é coordenado pelo Governo do Estado e tem como objetivo implantação de sistemas para tratamento de esgoto domésticos em municípios com até 50 mil habitantes. Em todo o Estado, existem 222 municípios em condições de receber o programa. Até o momento, 54 Estações de Tratamento de Esgoto já foram concluídas, 41 projetos estão em execução e 17 obras ainda estão na fase de licitação.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    Pesquise as licitações no seu segmento agora

    Preencha seus dados para concluir a pesquisa

    Confira quantas oportunidades de venda existem no momento.
    Digite nome, e-mail e telefone para ver os resultados.





    Oportunidades de negócio esperando por você

    Aproveite o nosso período de teste gratuito e tenha sucesso no mercado de licitações.

    Licitações e dispensas