Ex-prefeito de Tatuí, em SP, é preso por fraude em licitação.

A polícia militar de Tatuí, cidade a 145 quilômetros de São Paulo, cumpriu mandado judicial e prendeu nesta terça o ex-prefeito e ex-vereador da cidade, Joaquim Amado Quevedo. O ex-prefeito foi preso por improbidade administrativa e licitação fraudulenta, não cabendo recurso. Ele foi condenado a três anos de prisão e não pode exercer cargo público com cinco anos.

De acordo com o delegado que cuida do caso, Joaquim já foi encaminhado a uma cadeia da região e terá que pagar o valor equivalente a 45 salários mínimos. O advogado do ex-prefeito, Orlando da Cruz Neto, entrou com um pedido de habeas corpus. Ele tenta na justiça o cancelamento do pedido de prisão.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

    Pesquise as licitações no seu segmento agora

    Preencha seus dados para concluir a pesquisa

    Confira quantas oportunidades de venda existem no momento.
    Digite nome, e-mail e telefone para ver os resultados.





    Oportunidades de negócio esperando por você

    Aproveite o nosso período de teste gratuito e tenha sucesso no mercado de licitações.

    Licitações e dispensas