Estudantes de design da UFPR fazem panelaço por reforma em laboratórios.

Segundo alunos, 12º andar do prédio Dom Pedro I tem infiltração e goteira.

Reitor afirma que obras começam em janeiro de 2010.

Do G1, em São Paulo, com informações do Portal RPC*

Estudantes do curso de Design da Universidade Federal do Paraná (UFPR) realizam um panelaço na Reitoria da instituição, no Centro de Curitiba, nesta sexta-feira (23).

A manifestação é pela reforma do 12º andar do prédio Dom Pedro I. A manifestação começou às 10 horas no 8º andar do edifício, onde fica localizado o Departamento de Design, e desce pelas rampas em direção ao pátio do campus, onde os alunos pretendem ficar até a tarde para pressionar a administração da universidade. A expectativa do Centro Acadêmico de Design (Cadi) é que 200 pessoas participem do movimento.

O 12º é o último andar do prédio Dom Pedro I e dispõe de salas de aula e laboratórios para disciplinas de modelos, cerâmica, madeira, criatividade, entre outras.

Segundo o estudante João Pedro Marques Mion, diretor de relacionamento docente-discente do Cadi, a UFPR tem recursos liberados há nove meses para iniciar a reforma, mas até agora não começou os trabalhos. “Desde que eu entrei no curso, a situação é precária no 12º andar”, diz Mion, que cursa o segundo ano.

Entre os problemas apontados pelo Cadi estão infiltrações, goteiras e vidros quebrados, o que impede a realização de trabalhos com materiais como tinta, gesso e resina. Dessa forma, muitas atividades práticas estão deixando de ser realizadas durante as aulas. Mion lembra que as atividades acadêmicas no 12º andar tiveram início na década de 1970 e que, desde então, nenhuma reforma foi feita no local.

Cartazes

Além do panelaço, os estudantes se manifestam por meio de e cartazes espalhados por toda a Reitoria. Uma faixa de aproximadamente 20 metros de altura foi estendida no lado externo do prédio com os dizeres “Existe o 12º andar e ele vai cair. Reforma já”.

O reitor da UFPR Zaki Akel Sobrinho afirmou que a reforma será feita em breve. Segundo ele, a universidade já tem R$ 430 mil liberados para as obras no 12º andar, que será totalmente reconstruído. “Mas precisamos de uma licitação, e há um prazo para todos os procedimentos até o início da reforma”, justifica. Segundo Akel, o andar deverá ser reformado entre janeiro e maio de 2010.

“Há um problema de goteiras no local, semelhante ao que foi verificado no Teatro da Reitoria e foi solucionado neste ano. A diferença é que no teatro bastou a troca de telhas, enquanto que no 12º andar teremos de reconstruir toda uma estrutura de 300 metros quadrados”.

Segundo Akel, durante as obras, uma solução provisória será proposta para que não haja prejuízos para os alunos. O reitor viaja nesta sexta para a Espanha, mas afirma que a pró-reitora de Assuntos Estudantis, Rita de Cássia Lopes, e o prefeito da cidade universitária, Ernesto Sperandio Neto receberão os alunos para explicar a situação e discutir outros locais para as aulas.

(* Com informações do jornal Gazeta do Povo)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

    Pesquise as licitações no seu segmento agora

    Preencha seus dados para concluir a pesquisa

    Confira quantas oportunidades de venda existem no momento.
    Digite nome, e-mail e telefone para ver os resultados.





    Oportunidades de negócio esperando por você

    Aproveite o nosso período de teste gratuito e tenha sucesso no mercado de licitações.

    Licitações e dispensas