Estado vai bancar obras de hospital

Atendimento na antiga Casa de Saúde deve começar dois anos após o início dos trabalhos de reforma e construção. Licitação será aberta em novembro

Marcelo Villa
Agência BOM DIA

O governo estadual vai assumir integralmente as obras de reforme e construção de um anexo à antiga Casa de Saúde de Jundiaí. No local vai funcionar o futuro Hospital Regional.

O projeto orçado em R$ 30 milhões está na fila há mais de três anos. Em maio, a prefeitura anunciou que realizaria as obras. Mas há 15 dias o governador Geraldo Alckmin (PSDB) decidiu encampar o projeto. O anúncio foi feito nesta quinta-feira pelo prefeito Miguel Haddad (PSDB).

“O hospital terá capacidade para 138 leitos”, afirmou o prefeito. Os R$ 30 milhões que já estavam previstos em dotação orçamentária do município para o projeto, continuam nos planos da prefeitura para 2012. “É um dinheiro que vai ter um outro destino, mas continuará a ser aplicado na saúde”, afirmou Miguel, sem especificar qual setor receberá a verba extra.

A secretária de Saúde, Tânia Pupo, disse que os recursos poderão ser direcionados a unidades básicas, prontos atendimentos e outras demandas da pasta. “Só em mandados judiciais [para o fornecimento de remédios fora da lista do SUS], gastamos 2% do orçamento. Parte desse dinheiro poderá ser destinado para isso”, exemplificou Tânia.

Prazo/Ainda não há data para o funcionamento do Hospital Regional. Miguel disse que a abertura da licitação para as obras será em novembro. “É um compromisso assumido com o Estado de que o processo seja iniciado ainda neste ano”, afirmou. A conclusão dos trabalhos de engenharia e arquitetura devem levar dois anos a partir do início das obras.

A administração do hospital também será do governo estadual, que deve terceirizar a gestão. “O hospital pode ser assumido pela Unicamp ou alguma OS [organização social], mais isso é o Estado que define”.
Segundo Miguel, “nos próximos dias” Alckmin virá a Jundiaí para sacramentar o acordo. Caberá à prefeitura repassar ao Estado o antigo prédio da Casa de Saúde, desapropriado em 2008.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

    Pesquise as licitações no seu segmento agora

    Preencha seus dados para concluir a pesquisa

    Confira quantas oportunidades de venda existem no momento.
    Digite nome, e-mail e telefone para ver os resultados.





    Oportunidades de negócio esperando por você

    Aproveite o nosso período de teste gratuito e tenha sucesso no mercado de licitações.

    Licitações e dispensas