Estado negocia com empresa que construiu a Ponte Hercílio Luz para concluir restauração

Declaração foi dada pelo governador Raimundo Colombo, que disse também que proposta seria feita com dispensa de licitação

Foto: Charles Guerra / Agencia RBS
Foto: Charles Guerra / Agencia RBS

Ao final da coletiva sobre o corte da gastos por parte do governo do Estado, o governador Raimundo Colombo fez dois anúncios sobre a reforma da Ponte Hercílio Luz. Ele afirmou que irá negociar com a empresa americana American Bridge, a mesma que construiu e entregou a estrutura em 1926.
O governador alega que seria a única forma de dar suma andamento rápido à conclusão da reforma da ponte, que se arrasta desde 2005 nesta última iniciativa de recuperar a estrutura. Uma viagem está agendada para os dias 12 e 13 de fevereiro para negociar diretamente com os americanos.
Se for feita dessa forma, ficaria cancelada a proposta de fazer uma licitação internacional para a restauração de toda a estrutura da ponte. O governador afirma que vai buscar um entendimento junto aos outros poderes para que a contratação seja feita dessa forma.
– A nossa ideia é fechar um senso técnico e financeiro bem qualificado dentro do governo. Torná-lo transparente de forma que possamos apresentar ao Tribunal de Contas, Ministério Público, Tribunal de Justiça e Assembleia Legislativa. A empresa detém uma tecnologia que nenhuma outra tem. Caso contrário você acaba fazendo uma licitação com uma empresa desqualificada e a novela continua – afirmou o governador.
Os custos teriam que ser similares aos assumidos na licitação de restauro, cerca de R$ 180 milhões. A vencedora da licitação tinha sido a empresa Espaço Aberto, que não concluiu os trabalhos e teve o contrato rompido. A companhia alega que não recebia em dia e, por isso, não podia dar andamento à obra.
– Mas antes a gente tem que ter o compromisso deles e que seja tudo dentro dos preços que nós propusermos. Nessa condição eu visitaria os poderes para apresentar o projeto – ressaltou.
Na outra ponta, Colombo afirmou que três empresas são sondadas concluir a etapa “Ponte Segura”, que consiste na construção dos pilares metálicos que darão sustentação ao vão central. A obra é necessária para que possam ser trocadas partes da Hercílio Luz já corroídas pela exposição sem manutenção ao longo das últimas décadas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

    Pesquise as licitações no seu segmento agora

    Preencha seus dados para concluir a pesquisa

    Confira quantas oportunidades de venda existem no momento.
    Digite nome, e-mail e telefone para ver os resultados.





    Oportunidades de negócio esperando por você

    Aproveite o nosso período de teste gratuito e tenha sucesso no mercado de licitações.

    Licitações e dispensas