Estado investirá R$ 50 mi em Poupatempo de Santo André.

SANTO ANDRÉ – O governo estadual de São Paulo e a Prefeitura de Santo André, como forma de trazer maior comodidade para os cidadãos da cidade do ABC Paulista, anunciaram a criação de um Poupatempo no município. O secretário de Gabinete e de Finanças de Santo André, Nilson Bonome, esteve na última terça-feira, dia 30, na Secretaria de Gestão Pública do Estado de São Paulo, para protocolar o documento que oficializou a instalação da unidade andreense do Poupatempo. O governo estadual deve investir cerca de R$ 50 milhões, na unidade, para implantação e operacionalização durante os cinco primeiros anos.

Outra autoridade presente foi o secretário estadual de Gestão Pública, Marcos Antônio Monteiro, que avaliou e carimbou o acordo. O documento relata informações cruciais para a continuidade do processo de instalação. Segundo o documento, a Prefeitura de Santo André deve se comprometer com a efetivação das obras necessárias para a instalação do Poupatempo, que ficará no prédio que anteriormente pertencia à fábrica da Rhodia, nas proximidades do terminal rodoviário. As modificações necessárias são obras de contenção e elevação de piso, e algumas intervenções viárias em volta do prédio, apontadas como necessárias depois de uma vistoria técnica no local.

Outro ponto importante estabelece que o proprietário do imóvel referido esteja de comum acordo com o processo de desapropriação do prédio. Sendo assim, a cidade está a um passo de receber o Poupatempo, já que está praticamente concluída a contrapartida, exigida pelo governo, de oferecer um espaço amplo e de fluxo significativo da população. O imóvel destinado para a instalação do serviço possui um terreno de 8,9 mil metros quadrados, com cerca de quatro mil metros quadrados de construção.

De acordo com Marcos Antônio Monteiro, para a continuidade da implementação, agora, é necessário elaborar um projeto de acordo com a estrutura existente do imóvel, que ficará pronto em aproximadamente 60 dias. Depois desta ação, o governo fará o orçamento e a licitação das obras, mas o secretário afirmou que não determinará prazo para a entrega dos documentos porque estes dependem da elaboração prévia do projeto.

Ensino

O prefeito de Santo André, Aidan Ravin, anunciou o professor doutor Oduvaldo Cacalano como novo reitor da Fundação Santo André (FSA) e o professor Luis Coelho como vice. O reitor ocupa o cargo desde 2008, tendo agora mais quatro anos de mandato. A indicação de Cacalano aconteceu por meio de uma eleição, desenvolvida no final de 2009. O prefeito disse que a prefeitura está disposta a aumentar o número de bolsas de estudos na Fundação.

“Não houve interferência política alguma na concessão do benefício. As pessoas que ganharam participaram de uma disputa limpa”, disse, e acrescentou que a instituição é a principal parceira da cidade para projetos e pesquisas importantes.

Planeja-se o desenvolvimento de uma parceria entre o poder público e a Fundação para fazer pesquisas socioeconômicas, para formatar o currículo da rede escolar municipal e para implantar o parque tecnológico. Outra ação que deve acontecer é a criação de um grupo, formado pelos professores Iberê Di Tizio e Murilo Valle, para auxiliar a reitoria na administração da FSA. “Conseguimos criar uma equipe de trabalho que tem como objetivo melhorar a nossa fundação”, disse o prefeito de Santo André.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

    Pesquise as licitações no seu segmento agora

    Preencha seus dados para concluir a pesquisa

    Confira quantas oportunidades de venda existem no momento.
    Digite nome, e-mail e telefone para ver os resultados.





    Oportunidades de negócio esperando por você

    Aproveite o nosso período de teste gratuito e tenha sucesso no mercado de licitações.

    Licitações e dispensas