Estado do Rio comprou medicamentos até 143% mais caros.

A Secretaria estadual de Saúde, em 2009, dispensou licitação em compras de medicamentos e material médico-hospitalar que somam R$ 81 milhões. O montante equivale a 13,7% do total (R$ 591 milhões) destinado para a compra desses insumos no ano passado. No caso de alguns produtos, o governo pagou até 143% a mais por unidade, se os valores forem comparados com os preços pagos por outros estados.

As informações constam de reportagem do RJTV (2ª edição), que foi ao ar nesta segunda-feira.

A compra de um anticoagulante (heparina sódica) é um dos exemplos de mau negócio feito pelo governo do Rio. Em novembro de 2009, a secretaria comprou, emergencialmente, 45 mil ampolas do medicamento. Pagou R$ 7,90 por cada. Dois meses antes, a Prefeitura de São Paulo comprou quase a mesma quantidade (43 mil ampolas), só que por R$ 4,43, a unidade. O Rio pagou um preço 78% mais caro.

No caso da dipirona sódica, a diferença é ainda maior. Cada frasco de 10 ml do medicamento (500 mg) saiu a R$ 0,90 para o Estado do Rio, numa compra feita em novembro de 2009. Em junho do mesmo ano, o medicamento custou R$ 0,37 para a Prefeitura de Maringá, no Paraná.

Segundo o subsecretário-executivo da Secretaria de Saúde, Maurício Passos, as dispensas aconteceram por fatores diversos, “que não se podiam prever, tais como demanda reprimida”. Ele disse que, em 2007, a atual gestão pegou a rede desabastecida. Foram 92% das compras com dispensa. Em 2008, 20%; e em 2009, 12%. Passos disse que todos os valores acordados nas dispensas ficaram abaixo do estabelecido em tabela do Tribunal de Contas do Estado (TCE).

As denúncias envolvem novamente o ex-subsecretário-executivo da Secretaria estadual de Saúde, Cesar Romero Vianna Junior. Ele foi exonerado, este ano, após o escândalo de superfatura$num contrato de manutenção de carros de combate à dengue.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

    Pesquise as licitações no seu segmento agora

    Preencha seus dados para concluir a pesquisa

    Confira quantas oportunidades de venda existem no momento.
    Digite nome, e-mail e telefone para ver os resultados.





    Oportunidades de negócio esperando por você

    Aproveite o nosso período de teste gratuito e tenha sucesso no mercado de licitações.

    Licitações e dispensas