Estações terão acesso a terminais

Júlia Guimarães
A Companhia de Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) deu ontem o primeiro passo para a modernização das estações ferroviárias da Cidade. A estatal publicou, no Diário Oficial desta terça-feira, o processo licitatório para contratação de empresa especializada para elaboração dos projetos ambientais e executivos, além da revisão dos básicos já existentes das estações Mogi das Cruzes, no Centro, e Estudantes, no Shangai, da Linha 11-Coral. O edital também vai atender ao pleito do Município para conexão dos novos prédios com os terminais municipais de transporte coletivo, de forma a facilitar a futura integração dos sistemas. A previsão é de que um próximo lote, que deverá ser publicado em janeiro, contemple as estruturas de Braz Cubas e Jundiapeba.
A licitação das estações mogianas faz parte de um lote de investimentos de R$ 5,8 milhões, que também contempla o terminal Engenheiro Manoel Feio, da Linha 12-Safira, em Itaquaquecetuba. Os envelopes com as propostas serão abertos em 6 de fevereiro, às 14h30, na sala de Licitações da CPTM, na Capital. A previsão da estatal é de que a elaboração dos três projetos dure 12 meses, a contar da data de assinatura da ordem de serviço. Isso quer dizer que os trabalhos só deverão ser licitados a partir de 2013, sendo que, em um cenário otimista, as inaugurações deverão ocorrer apenas em 2014, para quando também está prevista a vinda do Expresso Leste em tempo integral ao Município.
Até lá, os usuários mogianos da CPTM terão de continuar convivendo com a precariedade das estações. Reportagem recente publicada por O Diário mostrou que são grandes as dificuldades enfrentadas pelos passageiros, especialmente em razão dos vãos entre a plataforma e os trens, que tornam perigosos os embarques e desembarques. Foi justamente para colocar fim a situações como essa que a estatal teve de firmar um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC), em atendimento à solicitação do Ministério Público do Estado de São Paulo, para remodelar todos os terminais mantidos por ela ao longo da linha férrea. O principal objetivo da Promotoria era o de garantir condições de acessibilidade a pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida. A Assessoria de Imprensa da CPMT encaminhou nota à redação de O Diário em que informa que “as novas estações terão plataformas cobertas, escadas rolantes e todos os itens de acessibilidade, como elevadores, piso e rota táteis, comunicação em Braille, corrimãos e rampas adequadas. Além de banheiros públicos comuns terão sanitários exclusivos para pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida”. Não há informações precisas sobre a previsão de início das obras. Porém, o TAC firmado com o MP prevê a modernização de todos os terminais até 2014, quando se encerra a atual gestão.
A nota também ressalta que as estações Estudantes e Mogi das Cruzes terão obras de integração com os terminais municipais de transporte público, localizados ao lado da linha férrea. Hoje, o prefeito Marco Aurélio Bertaiolli (PSD) deve se reunir com o presidente da CPTM, Mário Bandeira, justamente para discutir os novos projetos, além do fechamento das cancelas da Cidade (leia mais nesta página).

    Pesquise as licitações no seu segmento agora

    Preencha seus dados para concluir a pesquisa

    Confira quantas oportunidades de venda existem no momento.
    Digite nome, e-mail e telefone para ver os resultados.





    Oportunidades de negócio esperando por você

    Aproveite o nosso período de teste gratuito e tenha sucesso no mercado de licitações.

    Licitações e dispensas