Escola Técnica a ser construída em Sorriso custará 7 milhões de reais.

Estimativa é do ex-relator do Orçamento Estadual, atual deputado José Domingos Fraga Filho (DEM), que conheceu de perto a parceria que resultou no projeto de construção de 8 escolas técnicas estaduais de educação profissional e tecnológica em cidades do interior de Mato Grosso.

Em 2007 e 2008, quando José Domingos foi relator do Orçamento Estadual, o atual parlamentar foi um dos que mais se convenceu da necessidade de se construir em Mato Grosso – que corre a passos largos na industrialização de sua economia – da necessidade de se implantar centros avançados de estudos técnicos e tecnológicos no estado.

Com a inclinação das empresas pela contratação de tecnólogos, aí mesmo que o projeto decolou. Não é por menos, apenas dois anos depois, toda a licitação envolvendo valores e empresas responsáveis pela construção de 8 escolas voltadas ao ensino técnico estará consolidada agora, até no próximo dia 30.

A confirmação veio quinta e sexta-feira (18 e 19), na ocasião em que o democrata esteve nas cidades de Sorriso e Lucas do Rio Verde, respectivamente, participando da inauguração de duas unidades do Programa de Saúde da Família (PSF) na capital da soja, e na audiência pública – também articulada por ele – com contadores e produtores rurais sobre a implantação da Nota Fiscal Eletrônica rural, (NF-e), com a presença do Secretário de Fazenda de Mato Grosso, Eder Moraes, em Lucas do Rio Verde.

Em Sorriso, o parlamentar chegou a dizer que os recursos para a construção do Centro Tecnológico no município já estão garantidos, com valores que podem chegar a R$ 7 milhões de reais.

Já em Lucas do Rio Verde, durante o evento organizado sexta-feira (19) na Câmara de Vereadores para consolidação da NF-e Rural, o parlamentar voltou a tocar no assunto, e em entrevista ao ExpressoMT consentiu da necessidade deste governo intensificar esforços na qualificação da população trabalhadora.

Fraga citou a importância desta iniciativa para a consolidação dos empreendimentos empresariais da região, uma vez que o estado, principalmente o nortão de Mato Grosso, assiste à uma demanda grande por mão de obra especializada. A industrialização é recente, e por isso é natural que esta deficiência aparecesse ”, justificou.

Até o próximo dia 30 a licitação deverá estar concluída. A estratégia do governo, segundo Domingos Fraga, é que a escola de Sorriso, assim como todas as demais unidades a serem implantadas em cidade pólos, estejam concluídas em 2010.

Cidades e objetivos
De acordo com o Diário Oficial desta semana, serão construídas unidades nos municípios de Cuiabá, Juara, Cáceres, Sorriso, Matupá, Campo Verde, Primavera do Leste e Água Boa.

As escolas técnicas são gerenciadas pela Secretaria de Estado de Ciência e Tecnologia (Secitec), sob o comando do secretário Chico Daltro. Atualmente, há escolas técnicas em Rondonópolis, Sinop, Alta Floresta, Barra do Garças, Diamantino, e Tangará da Serra.

A finalidade é difundir o acesso ao conhecimento científico e tecnológico levando-se em conta a vocação da região onde estará inserido. Nas unidades são oferecidos, por exemplo, cursos de formação inicial e continuada em informática, técnicas de secretariado, auxiliar de operação de crédito para comércio varejista, horticultura, entre outros.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

    Pesquise as licitações no seu segmento agora

    Preencha seus dados para concluir a pesquisa

    Confira quantas oportunidades de venda existem no momento.
    Digite nome, e-mail e telefone para ver os resultados.





    Oportunidades de negócio esperando por você

    Aproveite o nosso período de teste gratuito e tenha sucesso no mercado de licitações.

    Licitações e dispensas