Escola Ângelo Dognini fica na Unifebe.

Reconstrução das novas instalações do colégio no Bairro Planalto, em Brusque, se arrasta desde a enchente

BRUSQUE – A conclusão da obra de reconstrução da Escola Ângelo Dognini é incerta. Os mais de 300 alunos alocados em nove salas de aula do Centro Universitário de Brusque (Unifebe) devem terminar o ano letivo sem uma escola. Pais e alunos aguardam, desde fevereiro de 2009, uma solução. A Ângelo Dognini, localizada no Bairro Planalto, foi destruída pela enchente de 2008 e a Secretaria de Educação avisa: a escola não fica pronta este ano e os alunos continuarão tendo aula na Unifebe.

Apesar da péssima notícia, a obra deve começar este ano. A secretária de Educação de Brusque, Gleusa Luci Fischer, afirmou que dia 16 de abril será aberto o processo de licitação da primeira etapa de reconstrução. Serão gastos R$ 650 mil na obra de fundação, laje e cobertura. Conforme a secretária, esta etapa deve durar 90 dias. A segunda licitação, que prevê instalações hidráulicas e elétricas, segundo a secretária, está sendo finalizada. Contudo, adiantou, não há previsão de quando o edital será lançado. Ela aponta que uma ação judicial emperrou a execução da obra.

– Quando assumimos a administração, em janeiro de 2009, entramos com uma ação para responsabilizar a execução da obra que ruiu na tragédia. Mas a Justiça proibiu a demolição do prédio. Por isso demorou tanto. Mas depois, ainda em 2009, conseguimos a liberação – argumentou Gleusa.

raffael.prado@santa.com.br

RAFFAEL DO PRADO

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

    Pesquise as licitações no seu segmento agora

    Preencha seus dados para concluir a pesquisa

    Confira quantas oportunidades de venda existem no momento.
    Digite nome, e-mail e telefone para ver os resultados.





    Oportunidades de negócio esperando por você

    Aproveite o nosso período de teste gratuito e tenha sucesso no mercado de licitações.

    Licitações e dispensas